sexta-feira, outubro 22, 2021
InícioItaguaíPrograma da Saúde de Mangaratiba ganha documentário

Programa da Saúde de Mangaratiba ganha documentário

Mangaratiba recebeu nessa semana a equipe de filmagem do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) para realizar um documentário sobre o programa da Secretaria de Saúde, o Arte Viva. O programa foi premiado na 15º Mostra – Brasil, aqui tem SUS, no 34º Congresso do Conselho Nacional das Secretarias Municipais de Saúde, como a melhor experiência do estado do Rio de Janeiro.  A produção conta com imagens da cidade e ainda entrevistas com o secretário de Saúde, Jorge Mendonça, da coordenadora do Arte Viva e autora do projeto, Elisa Goulart, usuários e profissionais do programa. O Arte Viva atua na área de vigilância e acidentes, responsável pelo planejamento de ações estratégicas para prevenção e enfretamento de violência contra as mulheres, crianças, adolescentes, idoso, pessoas com transtornos mentais,

Mangaratiba recebeu nessa semana a equipe de filmagem do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) para realizar um documentário sobre o programa da Secretaria de Saúde, o Arte Viva. O programa foi premiado na 15º Mostra – Brasil, aqui tem SUS, no 34º Congresso do Conselho Nacional das Secretarias Municipais de Saúde, como a melhor experiência do estado do Rio de Janeiro.

 A produção conta com imagens da cidade e ainda entrevistas com o secretário de Saúde, Jorge Mendonça, da coordenadora do Arte Viva e autora do projeto, Elisa Goulart, usuários e profissionais do programa.

O Arte Viva atua na área de vigilância e acidentes, responsável pelo planejamento de ações estratégicas para prevenção e enfretamento de violência contra as mulheres, crianças, adolescentes, idoso, pessoas com transtornos mentais, LGBTI e negros. A coordenadora do programa criou o Alerta Arte Viva, a experiência premiada, para facilitar e democratizar o ato de notificação, que anteriormente era feito manualmente com preenchimento da ficha do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), do Ministério da Saúde.

Para o secretário,  premiação é uma resposta importante do trabalho que a Secretaria de Saúde realiza. “Além do que nos motiva e estimula na geração de novas ideias e soluções”. Elisa Goulart vibra com a visibilidade que o prêmio deu ao programa. “Trabalhamos muito para que o projeto virasse programa. Esse reconhecimento nos faz acreditar que todo nosso esforço realmente vale a pena”, disse.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!