terça-feira, outubro 26, 2021
InícioSem categoriaPezão garante pagamento do 13° salário dos servidores estaduais no próximo mês

Pezão garante pagamento do 13° salário dos servidores estaduais no próximo mês

O governador Luiz Fernando Pezão garantiu, nesta terça-feira (27), que vai quitar o 13° salário de 2018 dos servidores ativos, inativos e pensionistas do Estado e deve anunciar a data do pagamento na próxima semana.  A declaração foi feita durante a premiação de policiais civis, policiais militares e servidores da Segurança Pública que atingiram as metas de redução de criminalidade do Sistema de Metas e Acompanhamento de Resultados (SIM), na Cidade da Polícia (CIDPOL), em Benfica.
 “Vamos fazer o pagamento com a soma de recursos do refinanciamento de dívidas do ICMS (Refis) e da arrecadação do Estado, que vem aumentando. A arrecadação do Rio foi uma das que mais cresceram no país, com uma das maiores reduções de gastos. Na próxima semana, deveremos ter a data de pagamento do décimo terceiro”, explicou o governador.
Pezã

O governador Luiz Fernando Pezão garantiu, nesta terça-feira (27), que vai quitar o 13° salário de 2018 dos servidores ativos, inativos e pensionistas do Estado e deve anunciar a data do pagamento na próxima semana.  A declaração foi feita durante a premiação de policiais civis, policiais militares e servidores da Segurança Pública que atingiram as metas de redução de criminalidade do Sistema de Metas e Acompanhamento de Resultados (SIM), na Cidade da Polícia (CIDPOL), em Benfica.

 “Vamos fazer o pagamento com a soma de recursos do refinanciamento de dívidas do ICMS (Refis) e da arrecadação do Estado, que vem aumentando. A arrecadação do Rio foi uma das que mais cresceram no país, com uma das maiores reduções de gastos. Na próxima semana, deveremos ter a data de pagamento do décimo terceiro”, explicou o governador.

Pezão também ressaltou que a melhora financeira do Estado só foi possível pela adesão ao Regime de Recuperação Fiscal, que já resultou na geração de receitas extraordinárias superiores a R$ 23 bilhões, valor equivalente a  sete meses de salários dos servidores. Com o reforço no caixa estadual, foi possível regularizar o pagamento dos salários dos servidores ativos, inativos e pensionistas, retomar o pagamento de um custeio mínimo para os órgãos do Estado e retomar investimentos, que estavam estagnados desde o início da crise fiscal, em 2015.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!