sábado, outubro 23, 2021
InícioPolíciaOperação termina com um detido por crime ambiental em Muriqui

Operação termina com um detido por crime ambiental em Muriqui

A ação aconteceu no distrito e terminou com o síndico de um condomínio detido e encaminhado para a 165ª DP (Mangaratiba)

 

CRIME AMBIENTAL A Secretaria de Meio Ambiente de Mangaratiba (SMMA), com o apoio do Grupamento de Proteção Ambiental da Guarda Municipal (GPA) e da Polícia Ambiental (UPAM), deflagrou na noite de segunda-feira (8), a Operação ‘Água Limpa’, que tem como objetivo coibir a prática de crimes ambientais nos cursos de água do município. A ação aconteceu no distrito de Muriqui e terminou com o síndico de um condomínio detido e encaminhado para a 165ª DP (Mangaratiba).

A Prefeitura de Mangaratiba informou que os agentes chegaram até o endereço após receberem denúncias de que o condomínio Village Muriqui estava despejando esgoto in natura em uma das cachoeiras do distrito. Ao constatarem o crime ambient

A ação aconteceu no distrito e terminou com o síndico de um condomínio detido e encaminhado para a 165ª DP (Mangaratiba)

 

CRIME AMBIENTAL A Secretaria de Meio Ambiente de Mangaratiba (SMMA), com o apoio do Grupamento de Proteção Ambiental da Guarda Municipal (GPA) e da Polícia Ambiental (UPAM), deflagrou na noite de segunda-feira (8), a Operação ‘Água Limpa’, que tem como objetivo coibir a prática de crimes ambientais nos cursos de água do município. A ação aconteceu no distrito de Muriqui e terminou com o síndico de um condomínio detido e encaminhado para a 165ª DP (Mangaratiba).

A Prefeitura de Mangaratiba informou que os agentes chegaram até o endereço após receberem denúncias de que o condomínio Village Muriqui estava despejando esgoto in natura em uma das cachoeiras do distrito. Ao constatarem o crime ambiental, os agentes da UPAM encaminharam o síndico para a 165ª DP, onde foi registrado o flagrante do delito. A prefeitura informou ainda que o condomínio também responderá a um processo administrativo e estará sujeito as sanções previstas em lei.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Antônio Marcos Barreto, essa foi apenas a primeira ação da Operação ‘Água Limpa’, que será ampliada por toda a cidade. “Não vamos deixar passar desapercebido os crimes ambientais que condomínios, ou até residências particulares, estão praticando contra os recursos naturais. A Operação ‘Água Limpa’ terá caráter definitivo a partir de agora e vamos levar a fiscalização para todos os distritos”, explicou o secretário.

Ainda de acordo com o titular da pasta, a operação terá o planejamento estratégico desenvolvido pela SMMA, mas, contará com a cooperação permanente de diversos órgãos de fiscalização ambiental e das secretarias municipais. “O objetivo será fiscalizar de empreendimentos, casas, condomínios e até áreas de ocupação irregular, para combater despejo de esgoto in natura em mananciais, rios, cachoeiras ou praias da região”, concluiu o secretário Antônio Marcos Barreto.

 

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!