terça-feira, janeiro 18, 2022
InícioItaguaíMoradores reclamam de abandono em Itaguaí

Moradores reclamam de abandono em Itaguaí

Moradores de bairros mais afastados do centro de Itaguaí estão se sentindo desamparados pela prefeitura e reclamam da falta de cuidados com a manutenção das via públicas, que provoca, além de consequências estéticas desfavoráveis, com a depreciação do visual nos logradouros e nas comunidades; sujeita as pessoas a constantes situações de risco.
É o caso de Ana Kelly Almeida, moradora da Rua Arabela Rangel Pereira, no bairro Engenho, que reclama da Prefeitura de Itaguaí, que há mais de seis meses ignora três buracos em frente à sua residência, causados pelas máquinas pesadas utilizadas no conserto de outras crateras que havia na rua. Ana conta que a retroescavadeira utilizada pela prefeitura passou por cima de sua calçada, que não resistiu ao peso do maquinário e cedeu, o que ocasiona constante vazamento de água.

Uma moradora denuncia que há mais de seis meses a Prefeitura de Itaguaí ignora três buracos em frente à sua residência, causados pelas máquinas pesadas utilizadas no conserto de outras crateras que havia na rua do bairro do Engenho

A moradora relata ainda que depois de fecharem uns buracos os operários não se preocuparam em eliminar os outros que foram surgindo. Com isso, além do transtorno, a sua maior preocupação é com sua saúde e a de todos os moradores da rua, porque, segundo ela, no local do buraco está acumulando água, servindo como potencial criadouro do mosquito que causa a dengue e a chikungunya. “Esse buraco com poça d’água é perigoso, porque é foco da dengue e tudo… já tentamos tapar e a gente nunca consegue tapar ele com areia, com nada”, relata a moradora, que disse ter reclamado, mas que até o momento o problema não foi resolvido.

Em Mazomba, espaço para pedestre é difícil, pois os galhos chegam a invadir a estrada

No bairro Mazomba, o morador Andreik Batista reclama que a estrada de mesmo nome está abandonada pela autoridade pública. Ele relata que o mato está invadindo a estrada e que fios de energia estão prestes a se romper por falta de poda de árvores. Andreik reclama, ainda, que parte da Rua Engenheiro Ivan Mundim cedeu, abrindo um grande buraco na pista.

Segundo o morador, há muitos anos a prefeitura não faz o básico no bairro, que é limpar o mato e tapar os buracos. Ele denuncia ainda que existem fios caídos no chão, colocando em risco a vida das pessoas. Andreik observa, também, que o Rio Mazomba é outra vítima do descaso da prefeitura, pois, sem limpeza, as folhas das árvores caídas no leito do rio estão apodrecendo e deixando a areia com ar de sujeira.

ESTRADA SEM poda à margem e com fiação oferecendo risco a quem é obrigado a passar ali
Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!