quinta-feira, outubro 21, 2021
InícioSem categoriaMarcelo Oliveira fala sobre revés fora de casa

Marcelo Oliveira fala sobre revés fora de casa

FLUMINENSE
O técnico Marcelo Oliveira analisou a derrota por 2 a 0 para o Internacional, na tarde deste domingo, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para o técnico, faltou poder ofensivo ao time, que já mudou o foco para a partida da próxima quarta-feira, quando disputa o jogo de volta da semifinal da Copa Sul-Americana com o Atlético-PR, no Maracanã.
ANÁLISE
“Nós estimulamos e falamos com os jogadores no vestiário, parece que nossa sina é essa, deixar os últimos jogos com características decisivas. Mais uma vez, o time lutou muito, se organizou, sabíamos que seria um jogo difícil e era fundamental para nós, pois tínhamos dois resultados que poderiam nos dar uma condição boa para o último jogo no Brasileiro”.
DESATENÇÃO
“Não tem explicação para essa irregularidade, a gente luta muito, em alguns jogos criamos grandes situa

FLUMINENSE

O técnico Marcelo Oliveira analisou a derrota por 2 a 0 para o Internacional, na tarde deste domingo, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para o técnico, faltou poder ofensivo ao time, que já mudou o foco para a partida da próxima quarta-feira, quando disputa o jogo de volta da semifinal da Copa Sul-Americana com o Atlético-PR, no Maracanã.

ANÁLISE

“Nós estimulamos e falamos com os jogadores no vestiário, parece que nossa sina é essa, deixar os últimos jogos com características decisivas. Mais uma vez, o time lutou muito, se organizou, sabíamos que seria um jogo difícil e era fundamental para nós, pois tínhamos dois resultados que poderiam nos dar uma condição boa para o último jogo no Brasileiro”.

DESATENÇÃO

“Não tem explicação para essa irregularidade, a gente luta muito, em alguns jogos criamos grandes situações, como nos jogos contra Vasco e Sport. Tivemos jogos irregulares, com desatenção ou infelicidade, todo mundo está sujeito a erros, mas temos que estar mais atentos”.

EFETIVIDADE

“Tentamos nos organizar hoje para atacar, tínhamos que marcar bem e tentar que eles abrissem um pouco mais, mas a gente ensaiou bons contra-ataques e não fomos efetivos, isso tem sido um problema para a gente. É possível, temos capacidade, precisamos ser mais efetivos, ter um poder de conclusão maior”.

COMPROMETIMENTO

“Os jogadores são muito comprometidos com o trabalho, se doam muito no campo e só posso entender de uma forma: de repente Deus está nos preparando algo maior agora, vamos passar a respirar esse jogo do Atlético-PR e depois, criar um clima e uma mobilização excepcional para o domingo”. (Fonte: site oficial do clube).

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!