Itaguaí: jovens encontrados sem vida dentro de carro morreram asfixiados, diz laudo

Suspeita é de que monóxido de carbono que sai pelo escapamento tenha invadido interior do veículo

O exame de necropsia da Polícia Civil de Julia Santos de Oliveira, de 17 anos, e João Pedro Tamos das Neves, de 20, apontou para morte por asfixia por gás (hipoxemia). Os jovens foram encontrados sem vida dentro de um carro na segunda-feira (1), no bairro Leandro, em Itaguaí.

Segundo a 50ª DP (Itaguaí), responsável pela investigação, os corpos não apresentavam sinais de violência. Agora, com o apontamento do laudo para asfixia, a suspeita é de morte acidental. Uma hipótese levantada por familiares é de inalação de monóxido de carbono, um dos gases eliminados pelo escapamento de veículos movidos a gasolina, diesel ou álcool.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

LEIA MAIS

Seropédica: Polícia Civil apreende veículos clonados que simulavam viaturas de delegacia especializada

Quando os corpos foram encontrados, o carro estava estacionado com as janelas fechadas, e o ar-condicionado, ligado. O automóvel passou por perícia, e demais exames serão realizados para confirmar ou não que a asfixia se deu por monóxido de carbono.

As buscas começaram depois que familiares deram falta de Júlia. Ela teria saído de casa na manhã de segunda-feira (1) para ir ao campus do Cefet (Centro Federal de Educação Tecnológica) Celso Suckow da Fonseca, em Itaguaí, mas não chegou na unidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Redação

O Jornal Atual atua desde 2001 nas cidades de Itaguaí, Mangaratiba e Seropédica, bem como em parte da Zona Oeste do município do Rio de Janeiro, abordando o cotidiano da região e prestando serviço à comunidade da qual está inserida.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com
/* */