terça-feira, novembro 30, 2021
InícioItaguaíInclusão de alunos deficientes é tema de projeto em escola de Seropédica

Inclusão de alunos deficientes é tema de projeto em escola de Seropédica

INSERÇÃO SOCIAL A Escola Municipal Ronald Callegário, no bairro Campo Lindo, em Seropédica promoveu, na terça-feira o projeto de inclusão “circuito vivendo a diferença”, que contou com a presença das coordenadoras de educação, Marcia Paiva, Fernanda Cabral, Sonia Grégio e a subsecretaria de educação, Dirce Maria de Oliveira dos Santos.

O projeto inédito, desenvolvido pelas professoras Juliana e Beth, envolveu todos os 456 alunos, do 6º ao 9º ano do ensino Fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Os alunos participaram de várias atividades, usando andador, muleta e venda nos olhos, para sentirem como é a vida de uma pessoa com deficiência física.

A atividade foi desenvolvida após as professoras verem que uma aluna com deficiência tinha vergonha de interagir com outros alunos.

“A educação inclusiva nos obriga a r

INSERÇÃO SOCIAL A Escola Municipal Ronald Callegário, no bairro Campo Lindo, em Seropédica promoveu, na terça-feira o projeto de inclusão “circuito vivendo a diferença”, que contou com a presença das coordenadoras de educação, Marcia Paiva, Fernanda Cabral, Sonia Grégio e a subsecretaria de educação, Dirce Maria de Oliveira dos Santos.

O projeto inédito, desenvolvido pelas professoras Juliana e Beth, envolveu todos os 456 alunos, do 6º ao 9º ano do ensino Fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Os alunos participaram de várias atividades, usando andador, muleta e venda nos olhos, para sentirem como é a vida de uma pessoa com deficiência física.

A atividade foi desenvolvida após as professoras verem que uma aluna com deficiência tinha vergonha de interagir com outros alunos.

“A educação inclusiva nos obriga a repensar o ensino como um todo. No que se refere ao currículo, precisamos pensar o que é necessário que as crianças e jovens aprendam para a vida. Além disso, trabalhamos a formação dos professores e para apoiar os gestores e as famílias para a garantia da educação inclusiva nas escolas do município”. Destacou a subsecretária de Educação.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!