quarta-feira, dezembro 1, 2021
InícioItaguaíICN transfere seções do submarino Tonelero para estaleiro

ICN transfere seções do submarino Tonelero para estaleiro

CARGA PESADA A empresa Itaguaí Construções Navais (ICN) teve uma complexa tarefa em sua agenda de trabalho nesta quinta-feira (22), o transporte de um conjunto de três seções do submarino Toneleiro, o terceiro de uma frota de cinco embarcações encomendadas pela Marinha do Brasil através do Programa de Desenvolvimento de Submarinos da Marinha (Prosub). O projeto inclui a construção de quatro submarinos convencionais e um movido a propulsão nuclear, todos sob a responsabilidade da ICN.

O trajeto até o estaleiro da companhia levou cerca de nove horas, tempo em que foram percorridos os 4,5 quilômetros que o separam da Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas, local onde as seções foram produzidas com mão de obra totalmente brasileira e desenvolvidas com tecnologia francesa.

A complexidade da operação de transporte das peças se deveu

CARGA PESADA A empresa Itaguaí Construções Navais (ICN) teve uma complexa tarefa em sua agenda de trabalho nesta quinta-feira (22), o transporte de um conjunto de três seções do submarino Toneleiro, o terceiro de uma frota de cinco embarcações encomendadas pela Marinha do Brasil através do Programa de Desenvolvimento de Submarinos da Marinha (Prosub). O projeto inclui a construção de quatro submarinos convencionais e um movido a propulsão nuclear, todos sob a responsabilidade da ICN.

O trajeto até o estaleiro da companhia levou cerca de nove horas, tempo em que foram percorridos os 4,5 quilômetros que o separam da Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas, local onde as seções foram produzidas com mão de obra totalmente brasileira e desenvolvidas com tecnologia francesa.

A complexidade da operação de transporte das peças se deveu ao fato de que as seções unidas pesam cerca de 620 toneladas. Para executar a tarefa a ICN contou com o apoio operacional de uma grande equipe formada pelos seus próprios técnicos e, também, por equipes da Polícia Rodoviária Federal, batedores da Marinha, Policia Militar, Prefeitura de Itaguaí e outros parceiros.

Depois da transferência das três peças resta agora o transporte de apenas uma seção para a conclusão da série de remoções das partes que vão integrar o submarino Toneleiro. Esse serviço será executado no dia 29 de outubro. Já a integração total do submarino será concluída no dia 11 de dezembro, quando também haverá uma cerimônia de lançamento do segundo submarino da frota do Prosub, o S41 Humaitá.

Até o momento, os submarinos S41 Humaitá, S42 Tonelero e S43 Angostura estão em fase final de construção. Já o S40 Riachuelo já se encontra em fase de testes integrados na Baía de Itacuruçá, no aguardo do início das provas de mar. Quanto ao “Álvaro Alberto”, o primeiro com propulsão nuclear brasileiro, tem previsão de lançamento ao mar apenas em 2029.

 

Um gigante a caminho dos mares

Não foi tarefa nada fácil o transporte das três peças que vão compor o submarino Tonelero. Afinal, as partes do gigante têm, juntas, um peso equivalente ao de dez tanques de guerra ou de 620 carros populares. Quando forem todas integradas elas formarão uma estrutura maior do que a estátua do Cristo Redentor. Em seu interior serão instaladas as acomodações dos tripulantes, sala de controle da embarcação e espaços para os tubos de torpedo. Serão 620 toneladas de aço divididos em quase 40 metros de comprimento.

 

IMAGEM REPRODUÇÃO ICN
Foto 2 – NA ILUSTRAÇÃO é possível identificar as especificações das seções do submarino

 

 

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!