terça-feira, janeiro 18, 2022
InícioCultura/DiversãoCandeeiro bar fecha as portas por dificuldades financeiras

Candeeiro bar fecha as portas por dificuldades financeiras

Dono lamenta e diz que espaço empregava pessoas e oferecia boas opções de cultura e gastronomia

“Estamos vivendo o velório do Candeeiro”, assim falou Junior Parada, o proprietário, sobre o encerramento das atividades no piano bar, localizado na Rua General Bocaiúva, pertinho da sede da prefeitura. Com o fechamento da casa esta semana, a cidade de Itaguaí perde não somente um local de boa gastronomia, como também um espaço cultural.

O Candeeiro Piano Bar estava em funcionamento havia cerca de um ano e meio. No entanto, as dificuldades causadas pela pandemia de Covid-19, que se prolongou por mais tempo do que a maioria das pessoas pensava, gerou a insustentabilidade do local e todo o mobiliário deve ser retirado do prédio histórico nesta quinta-feira (06), às 13h.

A fachada de casario antigo e objetos históricos de decoração eram algumas das atrações do Candeeiro, que era uma boa opção cultural e gastronômica pertinho da prefeitura

“Me causa muita tristeza ter que fechar a casa, retirar o piano de cauda e ver um espaço de qualidade fechar. As pessoas diziam que Itaguaí não tinha público para a tipo de proposta do Candeeiro, mas ficou provado que tem, porque as pessoas frequentavam e gostavam”, lamentou Junior.

ECONOMIA LOCAL

O Candeeiro Piano Bar, inicialmente, funcionava de quarta-feira a sábado, a partir das 18h, com a oferta de música apresentada por uma banda composta por pianista, saxofonista, baterista e baixista. Na tentativa de sair do sufoco, a casa passou a abrir para o almoço diariamente também.

O fechamento das portas do Candeeiro, segundo Junior Parada, gera diretamente o desemprego de quatro pessoas e indiretamente o de 20, o que pode parecer pouco, mas em uma economia nacional que vai mal das pernas e possui cerca de 13 milhões de pessoas sem empregos, só piora a situação de várias famílias.

Junior Parada, o proprietário, com seu sax: “Lamentamos não somente pelo fechamento do espaço, mas também pelas famílias que perdem seu sustento”

“Lamentamos não somente pelo fechamento do espaço, mas também pelas famílias que perdem seu sustento. Eram quatro funcionários, fora as pessoas que prestavam serviços para nós. Buscávamos movimentar a economia local, tínhamos os fornecedores, o pessoal da manutenção de fogão, de ar-condicionado, tudo daqui de Itaguaí”, lamenta Junior.

CULTURA LOCAL

Para Junior Parada, o fechamento do Candeeiro foi impulsionado pela pandemia de Covid-19 prolongada, mas também por uma série de outros problemas. Ele diz que houve problemas administrativos e dificuldades para obter financiamento. No entanto, ele acredita que se autoridades locais se interessassem mais pela cultura, talvez o Candeeiro pudesse ter aguentado mais.

“Não queríamos que chegassem e dessem R$ 30 ou R$ 40 mil. Gostaríamos que as autoridades pudessem incentivar mais a cultura na cidade. O nosso espaço sempre foi dedicado à cultura. A questão cultural era um dos escopos do nosso contrato social, então não seria difícil para a Secretaria de Educação e Cultura, por exemplo, promover algum tipo de incentivo. Incentivar festivais de música, de teatro. Isso já fizemos na casa, apesar de o espaço não ser muito grande, e deu certo. Não queríamos que viessem e dessem dinheiro, mas incentivo”, conta o proprietário.

Com as portas do Candeeiro Piano Bar cerradas, Junior Parada volta exclusivamente ao seu ofício de dentista e a cidade enterra uma opção de boa música e gastronomia para a população do município.

Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!