terça-feira, outubro 19, 2021
InícioItaguaíA música como terapia

A música como terapia

Projeto social Brasil Sem Alergia utiliza coral como prática auxiliar nos cuidados com pacientes em tratamento contra doenças respiratórias Somando mais de 200 mil atendimentos gratuitos já realizados em suas unidades, incluindo a de Itaguaí, o Brasil Sem Alergia é um projeto social que oferece diversos procedimentos de prevenção, combate e controle de todos os tipos de processos alérgicos e de doenças ligadas ao sistema imunológico, alguns dos quais gratuitos e outros com preços bem abaixo dos praticados no mercado em geral. A equipe oferece gratuitamente testes alérgicos, atendimento médico, orientação clínica e exame de espirometria, além de imunoterapia (vacinas contra as alergias) a um baixo custo. Mais recentemente, os idealizadores do projeto começaram uma campanha para sensibilizar as pessoas em tratamento contra doenças r

Projeto social Brasil Sem Alergia utiliza coral como prática auxiliar nos cuidados com pacientes em tratamento contra doenças respiratórias

Somando mais de 200 mil atendimentos gratuitos já realizados em suas unidades, incluindo a de Itaguaí, o Brasil Sem Alergia é um projeto social que oferece diversos procedimentos de prevenção, combate e controle de todos os tipos de processos alérgicos e de doenças ligadas ao sistema imunológico, alguns dos quais gratuitos e outros com preços bem abaixo dos praticados no mercado em geral. A equipe oferece gratuitamente testes alérgicos, atendimento médico, orientação clínica e exame de espirometria, além de imunoterapia (vacinas contra as alergias) a um baixo custo.

Mais recentemente, os idealizadores do projeto começaram uma campanha para sensibilizar as pessoas em tratamento contra doenças respiratórias a participarem do projeto “Canto que Cura”, um coral cujas atividades funcionam como um reforço a mais nas terapias destinadas a combater moléstias que atacam as vias aéreas. “O projeto veio da ideia de associar uma atividade lúdica, que causa prazer e socializa o paciente a uma terapêutica, porque a partir do momento em que o paciente começa a cantar ele desenvolve todo um trabalho de fortalecimento da musculatura respiratória e diafragmática, aprende a respirar, fazendo com que as angústias respiratórias diminuam bastante”, explica o médico Marcello Bossois, um dos fundadores e coordenador do projeto.

O Dr. Marcello Bossois informa que a partir do momento em que o paciente começa a fazer parte do Canto que Cura ele passa a receber gratuitamente medicamentos para combater a asma, como medicações inaladoras, remédios orais, anti-histamínicos, antileucotrienos, que são importantes aliados no tratamento da asma, e também as medicações nasais para o controle da rinite alérgica crônica, que segundo o especialista, piora o quadro da asma. A exceção são as vacinas, que, assim mesmo, são vendidas a preço de custo. As aulas do Canto que Cura são realizadas aos sábados, na Escola de Música Mudart, em Duque de Caxias. “Não é segredo pra ninguém que a música traz inúmeros benefícios através do sensorial e do emocional. A gente utiliza a música para tratamento de pessoas com problemas de ansiedade, estresse, depressão e, também com problemas de respiração. A música é muito importante para o tratamento de doenças respiratórias”, explica a professora Geisa Pereira, diretora da Mudart.

Regente do coral Canto que Cura, o maestro Guilherme Maldonado acrescenta que o canto é a emissão do ar com som a com alturas. “Como nos ensaios a gente faz trabalho de aquecimento corporal e de vocalização, a gente foca bastante em alguns exercícios respiratórios, que, com certeza, trazem grandes benefícios para as pessoas com problemas respiratórios”, acentua Maldonado.  

O médico Marcello Bossois acrescenta que a ideia é a de, no futuro, criar um coral semelhante em Itaguaí, mas enquanto ela não se torna realidade, as pessoas da região também já podem participar. “Temos a intenção de estender o projeto para Itaguaí, mas a princípio a gente vai disponibilizar um ônibus para pegar os pacientes que quiserem participar do coral e vamos levá-los os para a escola em Duque de Caxias, todos os sábados. A importância de cantar é que o canto proporciona melhoras para quem sofre com doenças respiratórias”, conclui o especialista.

Agendamento de consultas para alergia

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!