segunda-feira, outubro 18, 2021
InícioItaguaíProjeto em Mangaratiba propõe tratamento a famílias sob impacto da pandemia

Projeto em Mangaratiba propõe tratamento a famílias sob impacto da pandemia

O Centro Municipal de Atendimento Psicopedagógico (Cemap), da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer de Mangaratiba anunciou a criação do projeto “Cuidando da Família”, que busca amenizar o sofrimento psíquico das famílias das crianças e adolescentes atendidos pelo órgão. A iniciativa leva em conta o fato de que a pandemia de Covid-19 trouxe uma mudança de vida radical para todas as pessoas, sendo possível observar o aumento das preocupações, incertezas, medos, luto e ansiedade na sociedade.

Segundo Cristileine Pereira da Silva Portugal, diretora do Cemap, ao identificarem uma demanda de ordem psicológica vinda dos responsáveis, as profissionais de psicologia comunicam à família sobre o projeto e perguntam se gostariam do atendimento. “No caso afirmativo, entro em contato com o responsável e agendo um dia, horário e a melhor form

O Centro Municipal de Atendimento Psicopedagógico (Cemap), da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer de Mangaratiba anunciou a criação do projeto “Cuidando da Família”, que busca amenizar o sofrimento psíquico das famílias das crianças e adolescentes atendidos pelo órgão. A iniciativa leva em conta o fato de que a pandemia de Covid-19 trouxe uma mudança de vida radical para todas as pessoas, sendo possível observar o aumento das preocupações, incertezas, medos, luto e ansiedade na sociedade.

Segundo Cristileine Pereira da Silva Portugal, diretora do Cemap, ao identificarem uma demanda de ordem psicológica vinda dos responsáveis, as profissionais de psicologia comunicam à família sobre o projeto e perguntam se gostariam do atendimento. “No caso afirmativo, entro em contato com o responsável e agendo um dia, horário e a melhor forma de fazermos o atendimento, sendo chamada de vídeo ou telefônica”, explica a diretora.

O Cemap informa que as psicólogas/terapeutas do espaço realizam um atendimento na modalidade online, seguindo das determinações de saúde com relação ao distanciamento social, conseguindo assim atender a pessoa no momento em que ela está precisando. Os responsáveis acrescentam que essa é uma forma de escuta e acolhimento, aos pais e responsáveis, que demonstram interesse ou que são encaminhados pela equipe multidisciplinar do projeto, caso avaliem a necessidade.

Psicóloga responsável pelo projeto, Camila do Amaral Gomes acrescenta que o “Cuidando da Família” oferece um espaço de escuta atenta e empática a alguém que apresente uma demanda psíquica. “Ele oferece um momento no qual esse sujeito que sofre se sinta verdadeiramente ouvido na sua dor, favorecendo para que este possa ressignificar, ou seja, dar um novo significado a sua vivência, ajudando a encontrar caminhos para seu sofrimento, dentro da sua própria experiência”, conclui.

O Cemap oferece atendimento aos alunos do município com necessidades educacionais especiais, transitórias ou não; com deficiências; transtornos funcionais, de aprendizagem ou global do desenvolvimento; dificuldade de aprendizagem; distúrbios de comportamento ou vulnerabilidade, que interfiram na sua participação plena do cotidiano escolar.

O órgão possui duas sedes, uma em Itacuruçá e outra na Praia do Saco. Para receber este atendimento, o paciente/aluno passa por uma triagem de avaliação realizada na unidade escolar. O Cemap conta com uma equipe multidisciplinar, incluindo as especialidades de fonoaudiologia, psicologia, fisioterapia, psicopedagogia, psicanálise, psiquiatria e terapia ocupacional.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!