segunda-feira, outubro 18, 2021
InícioItaguaíPreparados para as chuvas de verão

Preparados para as chuvas de verão

A Defesa Civil de Mangaratiba cumpriu neste domingo(16) mais uma etapa na preparação da cidade para eventuais desastres naturais,como as fortes chuvas de verão. O “Exercício Simulado de Desocupação das Comunidades em Áreas de Risco De Deslizamentos” foi realizado por toda acidade, de Itacuruçá a Conceição de Jacareí. O objetivo da ação é conscientizar e orientar os moradores quanto a desocupação preventiva de emergência da região em caso de desastres naturais. Serafim em Conceição de Jacareí, Conguinho, Bela Vista e Santo Antônio no centro de Mangaratiba, Cachoeiras I e II em Muriqui, e Atanázio, Axixá e Pátio da Estação em Itacuruçá, foram as localidades que participaram do simulado. O evento mobilizou os moradores de cada localidade com as orientações da Defesa Civil. Nas comunidades João Isidoro (Praia do Saco) e It

A Defesa Civil de Mangaratiba cumpriu neste domingo(16) mais uma etapa na preparação da cidade para eventuais desastres naturais,como as fortes chuvas de verão. O “Exercício Simulado de Desocupação das Comunidades em Áreas de Risco De Deslizamentos” foi realizado por toda acidade, de Itacuruçá a Conceição de Jacareí. O objetivo da ação é conscientizar e orientar os moradores quanto a desocupação preventiva de emergência da região em caso de desastres naturais.

Serafim em Conceição de Jacareí, Conguinho, Bela Vista e Santo Antônio no centro de Mangaratiba, Cachoeiras I e II em Muriqui, e Atanázio, Axixá e Pátio da Estação em Itacuruçá, foram as localidades que participaram do simulado. O evento mobilizou os moradores de cada localidade com as orientações da Defesa Civil. Nas comunidades João Isidoro (Praia do Saco) e Itacurubitiba (Conceição de Jacareí) o simulado já havia sido realizado no dia 25 de novembro, por solicitação da Defesa Civil Estadual.

O evento teve início simultâneo às 9h. Equipes da Defesa Civil enviaram mensagens aos moradores, informando uma mudança para o estágio de atenção na região. Uma hora depois, uma nova mensagem, dessa vez indicando alerta máximo, foi enviada seguindo um conjunto de ações e protocolos estabelecidos pelo Sistema de Alerta e Alarme por Sirenes. Moradores se deslocaram aos pontos de apoio já informados durante a semana. Lá a população local recebeu materiais informativos com orientações dos procedimentos a serem adotados em situações reais.

De acordo como o Secretário Adjunto de Defesa Civil, Eduardo Carvalho, o objetivo do simulado é desenvolver a percepção de risco nos moradores e ter as comunidades treinadas, mapeadas e capacitadas para os casos de desocupação. O exercício é uma etapa obrigatória na preparação das comunidades, previsto na Lei 12608, que institui a Política Nacional de Proteção e Defesa Civil.

Os simulados foram os primeiros realizados nas comunidades este ano, onde cerca de 50 profissionais, entre agentes de Defesa Civil,Trânsito, Guarda Municipal, Assistentes Sociais e profissionais de Educação,ajudaram com orientações durante o evento.

Todas as áreas dos simulados foram mapeadas através da parceria com o Serviço Geológico de Departamento de Recursos Minerais do Estado do Rio de Janeiro (DRM-RJ). “Através do levantamento feito pelo DRM, identificamos os risco geológicos na área e podemos oferecer um treinamento para que as comunidades em situações de risco realizem a desocupação a partir dos protocolos já divulgados”, concluiu Eduardo.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!