sábado, outubro 16, 2021
InícioItaguaíOperação derruba construções irregulares da Praia da Quatiquara

Operação derruba construções irregulares da Praia da Quatiquara

AÇÃO CONJUNTA Uma operação de choque de ordem, realizada na manhã desta quinta-feira (5), na Praia da Quatiquara, na Ilha de Itacuruçá, retirou várias construções irregulares denunciadas pelos moradores. A ação contou com agente das secretarias de Meio Ambiente, Ordem Pública de Itaguaí e da Polícia Ambiental.

A operação ocorreu quatro dias após o ATUAL publicar na edição 2091, dia 31 de agosto, mais uma denúncia de ocupações irregulares em Área de Proteção Ambiental (APA). Na reportagem, os moradores relataram que pessoas de fora do município invadem terrenos entre a faixa de areia e a vegetação e constroem de modo irregular.

Não é de hoje, que os antigos moradores da Praia da Quatiquara, que pertence ao município de Itaguaí, vêm chamando a atenção das autoridades sobre as casas e bares erguidos de bambu ou de alvenaria

AÇÃO CONJUNTA Uma operação de choque de ordem, realizada na manhã desta quinta-feira (5), na Praia da Quatiquara, na Ilha de Itacuruçá, retirou várias construções irregulares denunciadas pelos moradores. A ação contou com agente das secretarias de Meio Ambiente, Ordem Pública de Itaguaí e da Polícia Ambiental.

A operação ocorreu quatro dias após o ATUAL publicar na edição 2091, dia 31 de agosto, mais uma denúncia de ocupações irregulares em Área de Proteção Ambiental (APA). Na reportagem, os moradores relataram que pessoas de fora do município invadem terrenos entre a faixa de areia e a vegetação e constroem de modo irregular.

Não é de hoje, que os antigos moradores da Praia da Quatiquara, que pertence ao município de Itaguaí, vêm chamando a atenção das autoridades sobre as casas e bares erguidos de bambu ou de alvenaria construídas da noite para o dia em locais que deveriam ser protegidos pela fiscalização ambiental.

Na operação desta quarta-feira, as equipes destruíram as construções irregulares. Durante a ação, os moradores vibraram com a operação e esperam que o local continue sendo fiscalizado para não haver outras invasões.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!