quarta-feira, agosto 10, 2022
InícioItaguaíItaguaí terá campanha de saúde mental lançada no sábado (8)

Itaguaí terá campanha de saúde mental lançada no sábado (8)

REFLEXÃO

Denominada “Campanha Janeiro Branco Costa Verde”, uma mobilização destinada a refletir sobre as melhores técnicas a serem utilizadas na garantia da saúde mental das pessoas será lançada neste sábado (8), a partir das 9h, na Câmara Municipal de Itaguaí (CMI). Em sua segunda edição, o evento terá uma programação com diversas ações gratuitas, abertas a toda população.

Organizada por um grupo de oitos especialistas, a campanha tem foco na psicologia e é realizada com o propósito de reunir profissionais de diferentes áreas de atuação para debater a importância da saúde mental. Segundo as organizadoras, esse trabalho vem alcançando projeção cada vez maior em nível nacional e ganhou corpo em Itaguaí a partir da edição de uma lei de apoio à iniciativa.

Em 2018, na primeira edição, foram realizados vários atendimento no Shopping Itaguaí, incluindo análise de currículos e testes de ansiedade e stress. “Trabalhamos as emoções com as crianças, com orientação de carreira e orientações em geral. Entregamos panfletos, laços brancos e bolas brancas para a população”, informou a psicóloga Martine Andrade, uma das integrantes da comissão organizadora.

Este ano, o lançamento da segunda edição do evento contará com a palestra “Mindfulness: um aliado para lidar com a ansiedade”, que será proferida pelo psiquiatra Davi Leal. O termo inglês equivale à atenção plena e designa, no contexto da psicoterapia, um estado mental caracterizado pela autorregulação da atenção a pensamentos, fantasias, recordações, sensações e emoções percebidas e aceitas como elas são.

Que for à CMI no sábado também vai conhecer as ações que serão realizadas em janeiro de 2019, bem como os resultados alcançados durante a edição deste ano. “Iniciativas como essa são cada vez mais importantes, porque a saúde mental ainda é um assunto pouco abordado em nossa sociedade”, fazem coro profissionais como Maria Aparecida Botelho, Martine de Andrade e Luzemar Cândido de Oliveira, que decidiram começar o projeto na região.

 

Veja mais de:
Matérias relacionadas

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!