quinta-feira, outubro 21, 2021
InícioItaguaíEm precárias condições, Reta de Piranema continua fazendo vítimas

Em precárias condições, Reta de Piranema continua fazendo vítimas

PEDIDO DE SOCORRO

Apesar de sua importância estratégica, servindo de ligação entre as cidades de Itaguaí e Seropédica, e, mais, de acesso entre o complexo industrial e portuário de Itaguaí e a RJ 465, a antiga Estrada Rio São Paulo, por onde se chega à Rodovia Presidente Dutra, por sua vez caminho para a cidade de São Paulo e a Baixada Fluminense, a Estrada RJ-99, também conhecida como Reta de Piranema, sofre com um completo abandono, expondo os que precisa passar por ali a riscos constantes.

Apresentando graves problemas como iluminação precária, buracos ao longo da pista, falta de acostamentos e de corredores de circulação adequada para pedestres e ciclistas, a estrada é constantemente alvo de reclamações de moradores, sem que suas reivindicações encontrem ecos nos gabinetes do poder, deixando entregues á própria sorte os que pre

PEDIDO DE SOCORRO

Apesar de sua importância estratégica, servindo de ligação entre as cidades de Itaguaí e Seropédica, e, mais, de acesso entre o complexo industrial e portuário de Itaguaí e a RJ 465, a antiga Estrada Rio São Paulo, por onde se chega à Rodovia Presidente Dutra, por sua vez caminho para a cidade de São Paulo e a Baixada Fluminense, a Estrada RJ-99, também conhecida como Reta de Piranema, sofre com um completo abandono, expondo os que precisa passar por ali a riscos constantes.

Apresentando graves problemas como iluminação precária, buracos ao longo da pista, falta de acostamentos e de corredores de circulação adequada para pedestres e ciclistas, a estrada é constantemente alvo de reclamações de moradores, sem que suas reivindicações encontrem ecos nos gabinetes do poder, deixando entregues á própria sorte os que precisam passar por ali, de ônibus, caminhões, motos, carros, bicicletas e, principalmente a pé.

Um dos riscos a que as precárias condições da RJ-099 expõem principalmente os pedestres que por ali passam foi registrado na segunda-feira (19) e flagrado por transeuntes que circulavam pelas imediações. Ao descer de um ônibus, uma senhora foi vítima de uma violenta queda, após perder o equilíbrio ao pisar numa das crateras que se reproduzem às margens da rodovia. O acidente aconteceu num ponto de ônibus localizado nas proximidades da área central de Piranema.

Logo que o acidente aconteceu uma equipe da Unidade de Saúde da Família de Piranema prestou os primeiros socorros à vítima. Diante do quadro que ela apresentava, outra equipe foi acionada, dessa vez do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Agentes da Polícia Militar, também alertados pelo fato, ajudaram no socorro à mulher, que foi levada para atendimento hospitalar. Seu quadro de saúde, no entanto, bem como os cuidados a que ela foi submetida não foram divulgados.

O motorista do coletivo do qual a mulher desembarcou, que foi isento de culpa por pessoas que testemunharam o acidente, permaneceu no local até que o socorro definitivo fosse prestado à vítima e ela fosse transferida para o hospital. O caso rapidamente ganhou divulgação por meio de uma rede social. “Do jeito que vocês podem ver, não é asfalto. É uma rua toda esburacada contra a qual nós moradores andamos reclamando. Chegou no escorrego da rua ela caiu”, indignou-se uma internauta.

O acidente do qual a mulher foi vítima serviu como mais um estímulo à indignação de moradores da região, que sofrem não apenas com a desatenção por parte do Governo do Estado, responsável pela manutenção da Reta de Piranema; como também pelo fato de não haver com a localidade um cuidado mais efetivo em âmbito municipal, já que aquela área está no centro de uma disputa territorial, que põe em lados opostos as cidades de Itaguaí e Seropédica. “Até quando sofreremos com o descaso das autoridades com nosso bairro! Pra onde olhamos tem buracos! Lama! E violência! Nosso bairro está esquecido”, irritou-se uma internauta que registrou o acidente.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!