quarta-feira, janeiro 26, 2022
InícioItaguaíÉ o que parece?

É o que parece?

Localizado na Rua José Maria de Brito, na esquina com a Rua São José, no bairro Monte Serrat, em Itaguaí, esse terreno, que apesar de murado, não tem portão e, por isso, fica aberto constantemente, é comumente usado para descarte indevido de lixo, e virou cenário improvável na manhã desta segunda-feira (01) com um caminhão de lixo depositado no meio da rua, em frente ao acesso do local, juntamente com uma caçamba de areia.

UM MOTORISTA desavisado corre o risco de trombar com o monte à noite

A imagem dá a impressão de que depois de colocarem o caminhão de lixo dentro do lote, obstruindo a área, um segundo caminhão, por falta de acesso ao terreno, teria despejado outra montoeira de entulho em boa parte da rua, fato que teria acontecido entre às 7h e 8h, em plena luz do dia.

No local existe todo tipo de lixo, inclusive sofá descartado irregularmente, como se vê na foto desta matéria, o que torna o terreno propício ao aparecimento de vetores, servindo como criadouro de insetos e ratos, colocando em risco a vizinhança. Inclusive, bem perto dali funciona o posto de saúde do bairro, um vizinho para quem um ambiente asseado é condição indispensável para o adequado atendimento dos pacientes.

É pouco provável que o proprietário do terreno tenha conhecimento da descabida irregularidade, que é a obstrução de uma via pública, ainda mais com o despejo de entulhos que podem ser perfeitamente descartados seguindo o conceito de sustentabilidade ambiental. Além disso, o condenável descarte do material pode, até mesmo, colocar em risco a integridade física dos motoristas que transitam por ali à noite, já que o local que tem pouca luminosidade.

A Câmara Municipal tem uma lei aprovada determinando que para preservar a estética e a higiene públicas é proibido lançar materiais ou entulhos de qualquer natureza em comunidades, largos, praias e vias públicas, sob pena de os infratores da lei serem punidos pelo poder público municipal. Recentemente a Prefeitura de Itaguaí baixou decreto sobre a fiscalização ambiental, informando que a fiscalização sobre essa área vai aumentar significativamente.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!