domingo, novembro 28, 2021
InícioItaguaíQuatro náufragos resgatados em boia de sinalização na Baía de Sepetiba

Quatro náufragos resgatados em boia de sinalização na Baía de Sepetiba

OS NÁUFRAGOS ficaram agarrados na boia de sinalização do canal até serem resgatados
SUSTO NO MAR Quatro pessoas foram resgatas em uma boia de sinalização na Baía de Sepetiba, próximo ao canal de acesso ao Porto de Itaguaí, na manhã de domingo (27). O resgate dos náufragos foi feito pela tripulação de um rebocador portuário que passava no local. De acordo com informações da Delegacia da Capitania dos Portos em Itacuruçá (DelItacuruçá), o grupo realizava pesca na localidade, quando a embarcação teria sido atingida por uma onda, jogando seus tripulantes ao mar e provocando o naufrágio.
Em nota, A Marinha do Brasil (MB), por intermédio do Comando do 1° Distrito Naval (Com1ºDN), informou que a DelItacuruçá tomou conhecimento, na manhã de domingo do naufrágio de

OS NÁUFRAGOS ficaram agarrados na boia de sinalização do canal até serem resgatados

SUSTO NO MAR Quatro pessoas foram resgatas em uma boia de sinalização na Baía de Sepetiba, próximo ao canal de acesso ao Porto de Itaguaí, na manhã de domingo (27). O resgate dos náufragos foi feito pela tripulação de um rebocador portuário que passava no local. De acordo com informações da Delegacia da Capitania dos Portos em Itacuruçá (DelItacuruçá), o grupo realizava pesca na localidade, quando a embarcação teria sido atingida por uma onda, jogando seus tripulantes ao mar e provocando o naufrágio.

Em nota, A Marinha do Brasil (MB), por intermédio do Comando do 1° Distrito Naval (Com1ºDN), informou que a DelItacuruçá tomou conhecimento, na manhã de domingo do naufrágio de um bote, com quatro pessoas a bordo, nas proximidades do canal de acesso ao Porto de Itaguaí. Segundo a MB, prontamente, a DelItacuruçáenviou uma equipe de Busca e Salvamento (SAR) ao local para prestar socorro.

Ainda segundo a Marinha, os quatro tripulantes da embarcação foram resgatados, sem ferimentos, por um rebocador portuário que navegava no local e conduzidos até a Ilha da Madeira, onde receberam atendimento médico e foram liberados.

A Marinha do Brasil informou ainda que um inquérito administrativo foi instaurado para apurar causas, circunstâncias e responsabilidades da ocorrência, bem como colher ensinamentos para reduzir a probabilidade de situações análogas no futuro. Concluído o inquérito e cumpridas as formalidades legais, o mesmo será encaminhado ao Tribunal Marítimo, que fará a devida distribuição e autuação, o qual dará vista à Procuradoria Especial da Marinha para que adote as medidas previstas no Art. 42 da Lei nº 2.180/54.

A Marinha ressalta que incentiva e considera importante a participação da sociedade, que pode ser feita pelos telefones 185 (número para emergências marítimas e fluviais, além de pedidos de auxílio), (21) 2680- 7420 e o e-mail delitacuruca.ouvidoria@marinha.mil.br (diretamente com a DelItacuruçá, para outros assuntos, inclusive denúncias).

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!