domingo, novembro 28, 2021
InícioSem categoriaDocas recupera vias internas do Porto de Itaguaí

Docas recupera vias internas do Porto de Itaguaí

A Companhia Docas do Rio de Janeiro está investindo R$ 4 milhões para recuperar a massa asfáltica das vias internas do Porto de Itaguaí, um dos principais portos do país. Iniciadas em janeiro deste ano, as obras, segundo Docas, devem ser concluídas até o mês de julho.

As condições das vias estavam em péssimo estado de conservação, o que colocava em risco o tráfego no local. Segundo o superintendente de Engenharia da CDRJ, Roberto Catalão, as obras têm como objetivo “recuperar as condições de trafegabilidade, que foi degradada ao longo do tempo em função do grande movimento de cargas pesadas e por causa das chuvas que costumam ser perenes na região, de forma que a manutenção não estava conseguindo atender a contento”.

A inciativa foi muito bem recebida pelas autoridades e operadores portuários. Para o superintendente de Gestão

A Companhia Docas do Rio de Janeiro está investindo R$ 4 milhões para recuperar a massa asfáltica das vias internas do Porto de Itaguaí, um dos principais portos do país. Iniciadas em janeiro deste ano, as obras, segundo Docas, devem ser concluídas até o mês de julho.

As condições das vias estavam em péssimo estado de conservação, o que colocava em risco o tráfego no local. Segundo o superintendente de Engenharia da CDRJ, Roberto Catalão, as obras têm como objetivo “recuperar as condições de trafegabilidade, que foi degradada ao longo do tempo em função do grande movimento de cargas pesadas e por causa das chuvas que costumam ser perenes na região, de forma que a manutenção não estava conseguindo atender a contento”.

A inciativa foi muito bem recebida pelas autoridades e operadores portuários. Para o superintendente de Gestão Portuária de Itaguaí e Angra dos Reis, Alexandre Neves, a obra vai restabelecer a atratividade da infraestrutura terrestre do Porto de Itaguaí. Ele acredita que a obra solidifica comercialmente o porto, que tem o Arco Metropolitano e a Rio-Santos duplicada como grandes atrativos para utilização do porto.

Para Marcos Cunha, gerente de Desenvolvimento Portuário e Marítimo da Sepetiba Tecon, uma das arrendatárias do porto que opera o terminal de contêineres, “a recuperação asfáltica das vias rodoviárias irá proporcionar a segurança necessária e melhores condições a circulação de veículos de transporte de cargas e de pessoas na área do porto público.”

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!