segunda-feira, dezembro 6, 2021
InícioPoderBolsonaro participa de cerimônia de integração do Submarino Humaitá, em Itaguaí

Bolsonaro participa de cerimônia de integração do Submarino Humaitá, em Itaguaí

O presidente Jair Bolsonaro e autoridades participaram de cerimônia de conclusão do processo de união das partes do Submarino Humaitá, na Base de Submarinos de Itaguaí O presidente da República, Jair Bolsonaro, participou na última sexta-feira (11), em Itaguaí, da cerimônia de integração do Submarino Humaitá (S41), mais uma etapa do projeto de construção de submarinos que a Itaguaí Construções Navais (ICN) desenvolve para a Marinha do Brasil. A cerimônia marcou o procedimento de uma das partes finais da união das seções dessa nova embarcação, abrindo caminho para o início do processo de implementação de todos os sistemas internos do S41. Além do presidente Bolsonaro, participaram do evento o governador Wilson Witzel, ministros e autoridades civis e militares. SUBMARINO Na cerimônia, as partes do casco do submarino Humait

O presidente Jair Bolsonaro e autoridades participaram de cerimônia de conclusão do processo de união das partes do Submarino Humaitá, na Base de Submarinos de Itaguaí

O presidente da República, Jair Bolsonaro, participou na última sexta-feira (11), em Itaguaí, da cerimônia de integração do Submarino Humaitá (S41), mais uma etapa do projeto de construção de submarinos que a Itaguaí Construções Navais (ICN) desenvolve para a Marinha do Brasil. A cerimônia marcou o procedimento de uma das partes finais da união das seções dessa nova embarcação, abrindo caminho para o início do processo de implementação de todos os sistemas internos do S41. Além do presidente Bolsonaro, participaram do evento o governador Wilson Witzel, ministros e autoridades civis e militares.

SUBMARINO

Na cerimônia, as partes do casco do submarino Humaitá foram integradas. A próxima etapa de construção envolve a conexão de 80 quilômetros de cabos elétricos e lógicos. A previsão é de que, no segundo semestre do próximo ano, ele seja lançado ao mar para a fase de testes.

O Humaitá é o segundo dos quatro submarinos com propulsão diesel-elétrica planejados para atuar na defesa da costa brasileira. Eles estão previstos no Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub), lançado em 2008, que prevê ao todo um investimento de R$ 35 bilhões.

Para a construção das embarcações, são priorizados componentes fabricados no Brasil. Segundo a Marinha, o Prosub fortalece diversos setores industriais de importância estratégica para o desenvolvimento nacional.

Também está nos planos a construção de um quinto submarino, que terá propulsão nuclear. Sua entrega é prevista para 2029. Atualmente, apenas seis países constroem e operam submarinos com propulsão nuclear: Estados Unidos, Reino Unido, França, China e Índia. Para entrar nesse seleto grupo, o Brasil fechou um acordo com a França, o único país que concordou com a transferência de tecnologia no nível demandado e com a capacitação de trabalhadores brasileiros.

O primeiro submarino do Prosub, nomeado Riachuelo, já foi lançado ao mar e iniciará uma fase de testes ainda este ano. Os outros dois com propulsão diesel-elétrica, o Tonelero e o Angostura, têm entrega prevista respectivamente para 2022 e 2023.

PRESENTE EM ITAGUAÍ

É a segunda vez que Bolsonaro esteve no município para uma visita ao complexo naval da Ilha da Madeira. Em dezembro do ano passado, ainda na condição de presidente eleito, ele esteve na cidade para a cerimônia de lançamento do Submarino Riachuelo, o primeiro da série de cinco embarcações do Prosub da Marinha do Brasil, fruto de uma parceria que une o Brasil e a França, e que vai resultar na construção de outras duas embarcações do gênero e outra a propulsão nuclear.

O Prosub é uma iniciativa de elevada complexidade tecnológica e um marco na indústria da defesa nacional. Envolvendo o esforço de trabalho de mais de duas mil pessoas, sendo mais de 700 moradoras de Itaguaí, sua ideia é ampliar a capacidade de domínio da chamada Amazônia Azul, uma imensidade de espelho d’água que se expande por toda a costa brasileira, com inúmeras potencialidades, envolvendo recursos naturais e minerais, exploração do comércio internacional, extração de petróleo e produção pesqueira. 

FOTOS TOMAZ SILVA/AGÊNCIA BRASIL
Presidente Jair Bolsonaro, recebe miniatura do submarino durante cerimônia de conclusão do processo de união das partes do Submarino Humaitá
Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!