domingo, dezembro 5, 2021
InícioPoderAlerj abre inscrições para Parlamento Juvenil

Alerj abre inscrições para Parlamento Juvenil

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj)  está com inscrições abertas 12ª edição do Parlamento Juvenil (PJ). Estudantes de escolas estaduais eleitos poderão ter a experiência de um deputado estadual, discutindo e votando projetos que poderão ser analisados pela Casa e se tornar uma lei com efetividade em todo o território fluminense. As inscrições para o projeto poderão ser realizadas até o dia 7 de junho através do site https://www.parlamento-juvenil.rj.gov.br/. Para participar, os jovens devem ter entre 14 e 17 anos de idade e estar cursando o 1º ou o 2º anos do Ensino Médio em unidades da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc). Os alunos que desejarem apenas eleger os seus representantes também deverão se inscrever. Para ser um eleitor, é preciso cursar a partir do 8º ano do Ensino Fundamental. Segund

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj)  está com inscrições abertas 12ª edição do Parlamento Juvenil (PJ). Estudantes de escolas estaduais eleitos poderão ter a experiência de um deputado estadual, discutindo e votando projetos que poderão ser analisados pela Casa e se tornar uma lei com efetividade em todo o território fluminense.

As inscrições para o projeto poderão ser realizadas até o dia 7 de junho através do site https://www.parlamento-juvenil.rj.gov.br/. Para participar, os jovens devem ter entre 14 e 17 anos de idade e estar cursando o 1º ou o 2º anos do Ensino Médio em unidades da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc). Os alunos que desejarem apenas eleger os seus representantes também deverão se inscrever. Para ser um eleitor, é preciso cursar a partir do 8º ano do Ensino Fundamental. Segundo a Alerj, a semana do Parlamento Juvenil tem seus custos arcados pela Assembleia Legislativa, incluindo transporte, hospedagem, alimentação e atividades.

Medidas aprovadas

Essa é a primeira edição do Parlamento Juvenil realizada após a aprovação pela Alerj de leis e resoluções criadas pelo parlamentares juvenis, entre eles Larissa Westfal, de Itaguaí. Durante a 11ª edição do PJ, realizada em 2018, ela apresentou um projeto para reunir em um portal online propostas legislativas de qualquer cidadão que poderiam ser votadas pela Alerj. A ideia, que se tornou a Resolução 09/19, foi aprovada pelos deputados estaduais e a plataforma está em fase de implementação na Assembleia Legislativa. “Assim como o Parlamento Juvenil reúne vários estudantes, a minha proposta foi reunir ideias de diferentes lugares que tragam benefícios para todo o estado”, disse a jovem.

Este ano, o Parlamento Juvenil terá como tema “Onde ideias ganham voz” que reforça a necessidade de uma participação popular mais efetiva.Para o deputado responsável pelo Parlamento Juvenil, Renan Ferreirinha (PSB), esse é o maior projeto institucional da Alerj e seu impacto é real. “Trabalhar com os jovens a democracia participativa e trazê-los para a Alerj para discutir e entender que política se faz em conjunto é uma representação muito grande”.

De acordo com o gestor do Parlamento Juvenil, Wanderson Nogueira, a democracia precisa de renovação. “É o momento mais estadual da Alerj e os jovens têm dado aula para a gente, trazendo ideias de todas as cidades. Quando essas ideias se encontram em um só lugar, elas demonstram que têm força juntas e que essa união vai tirar o Rio de Janeiro da crise”, declarou. (Fonte Alerj)

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!