Família de travesti morto quer justiça

janeiro 30, 2014 Nenhum Comentário »

Parentes ficaram horrorizados ao saber que vítima teve o corpo esquartejado por assassino confesso, capturado ontem pela polícia

O ATUAL publicou ontem a história de um crime bárbaro que ocorreu na madrugada de domingo para segunda (27). Um travesti identificado como Letícia recebeu duas facadas de Walace de Souza Silva, assassino confesso, que levou a polícia até onde estava o corpo, na Avenida Ayrton Senna. Mas a família de Thifani – e não Letícia – contou outra história, nesta quarta-feira (29), com revolta no coração.

ESQUARTEJAMENTO
Familiares de Thifani – nascido Felipe Matheus, que tinha 18 anos – foram à 50ª DP (Itaguaí) para informar ao delegado assistente, Luiz Jorge, que ficaram horrorizados ao reconhecer a vítima no Instituto Médico Legal em Campo Grande: o corpo estava esquartejado. De acordo com a tia de Thifani, Elizabete dos Santos, o velório teve que ser realizado com o caixão fechado, pois o rosto de seu sobrinho estava completamente desfigurado. Thifani foi enterrada na tarde desta quarta-feira (29) no Cemitério Padre CezariVigezzi (Sase).

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

De acordo com a família, vítima foi esquartejada e desfigurada (Carlos Roberto)

De acordo com a família, vítima foi esquartejada e desfigurada (Carlos Roberto)

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.