2014: o ano da verdade

janeiro 16, 2014 2 Comentários »

Governo de Luciano Mota ainda fala em “transição inexistente” e entra em fase decisiva de avaliação por parte dos cidadãos e da Câmara

JUPY JUNIOR
jupy.junior@jornalatual.com.br

Um ano depois da posse do tucano Luciano Mota, ainda persiste o discurso “transição que não houve”. Isso ficou ainda mais claro quando a Secretaria Municipal de Comunicação enviou à imprensa informe sobre a situação da saúde. Na ocasião, a expressão “motivos para comemorar” chamou mais atenção – pela sua impropriedade – do que o início da frase que a contextualizou: “Mesmo sem o processo de transição entre governos, necessário para alinhar a gestão administrativa (…)”. O discurso sobre a ausência da transição entre os governos Charlinho e Mota, portanto, é oficial. Pelo menos quanto à representação do segundo. As fontes ligadas ao primeiro, o prefeito antecessor, contudo, dizem o contrário.

A Prefeitura de Itaguaí precisa apresentar resultados mais concretos na administração da cidade, pois fase de diagnóstico e alcance da realidade municipal já deveria ter sido encerrada  há vários meses (Arquivo Atual)

A Prefeitura de Itaguaí precisa apresentar resultados mais concretos (Arquivo Atual)

PATINANDO
Além da suposta falta de transição – problema que já deveria ter sido superado depois de um ano – o governo Mota vem patinando principalmente na área da saúde. Mas não é a única área com problemas. Há falta de habilidade com o funcionalismo público, algo evidente depois do cancelamento do plano de cargos e salários. A prefeitura divulgou que o prefeito havia encomendado estudos e que havia feito surgir uma comissão que envolveu várias secretarias durante meses. Ao cabo do prazo de entrega do plano para a Câmara, o cancelamento e a encomenda de mais estudos à Fundação Getúlio Vargas.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

2 Comentários

  1. joaninha 17/01/2014 at 5:52 pm -

    Irresponsabilidade é pouca, enquanto destró-se um LANBORGINI fazendo pega, e troca-se por FERRARI como se fosse uma roupa velha, a saúde está indo pelo ralo, a educação nem se fala… é isso aí prefeito e equipe, a conta com os munícipies está alta, mas com DEUS… nem se fala!!!

  2. joseitaguai@gmail.com 17/01/2014 at 9:02 pm -

    gente por favor mota nunca mais pelo amor de Deus só o imposto do porto de Itaguaí (csn) R$ 1 milhão por mês de impostos fora a Sepetiba tecon e a Petrobras pelo duto que passa em nossa cidade isto ele não fala
    e a saúde quanto vale ?

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.