Ecobarcos passam a recolher lixo flutuante da Baía de Guanabara

janeiro 7, 2014 Nenhum Comentário »

Secretaria diz que recolhimento do lixo das águas da Baía de Guanabara pode ser ampliado se houver apoio da iniciativa privada

MEIO AMBIENTE

Com apoio da Comlurb e de cooperativas de catadores, a Secretaria Estadual do Ambiente (Sea) inaugurou, na sexta-feira (3), os três primeiros ecobarcos contratados para recolher lixo flutuante das águas da Baía de Guanabara, serviço que deve resultar na coleta de 15 toneladas de resíduos por mês. Até o final de fevereiro, dez ecobarcos devem entrar em operação para minorar um dos grandes problemas ambientais da baía.

Ao participar do lançamento do serviço, na Marina da Glória, na Zona Sul do Rio, o secretário do Ambiente, Carlos Minc, enfatizou que o recolhimento de lixo flutuante é apenas parte da solução para o problema. Segundo ele, as prefeituras do entorno da Baía de Guanabara e a população em geral precisam participar desse esforço de limpeza.

“O objetivo da campanha não é só promover um trabalho de garis-marítimos, mas de mexer com as consciências das pessoas. São nove milhões de pessoas vivendo na Bacia Hidrográfica da Baía de Guanabara. Se todo mundo jogar lixo nos rios e canais ou diretamente nas águas da baía, haja ecobarreiras, haja ecobarcos. É preciso um trabalho constante das prefeituras e de campanhas de educação ambiental para que as pessoas não joguem lixo no meio ambiente”, enfatizou Minc.

Na primeira incursão de um dos ecobarcos, nas redondezas da Marina da Glória, foram recolhidos, em meio a grande quantidade de lixo flutuante, um banco de madeira e uma boia de barco de quase uma tonelada, que colocavam em risco a navegação, em especial à noite.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

O secretário Carlos Mincparticipou do lançamento dos Ecobarcos na Baía de Guanabara (Luiz Morier)

O secretário Carlos Mincparticipou do lançamento dos Ecobarcos na Baía de Guanabara (Luiz Morier)

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.