Mirian rebate Nisan

janeiro 3, 2014 2 Comentários »

Vereadora do Solidariedade diz que matéria causou comoção na família

PODER

JUPY JUNIOR
jupy.junior@jornalatual.com.br

A comentada falta de vereadores do Solidariedade à sessão legislativa extraordinária do dia 18 de dezembro continua a render. Na ocasião, o presidente da Casa, Nisan César (PSD), afirmou que a atitude de cinco dos seis vereadores ausentes poderia ser encarada como falta de decoro parlamentar, e que a Câmara aguardava as “desculpas” dos ausentes (este foi o termo que Nisan usou). Além de Pacheco, seis vereadores faltaram à sessão: Vicente Rocha, Márcio Pinto, Abeilard Goulart, Roberto Espolador (todos do Soliedariedade), o petista Marco Barreto e o verde Jorge Luis da Silva Rocha. Só os dois últimos e Mirian justificaram a ausência.

Miriam Pacheco disse que filho sofre por causa de telegrama (Bruna Miranda)

Miriam Pacheco disse que filho sofre por causa de telegrama (Bruna Miranda)

O único que confessou ter faltado de propósito foi o petista Marco Barreto. Ele não concordou com a antecipação da eleição para a Mesa Diretora – que acabou reelegendo Nisan – para o biênio 2015/2016. A vereadora Mirian Pacheco afirmou que não havia recebido o telegrama que Nisan disse ter enviado para todos os parlamentares. O ATUAL tentou apurar com os vereadores se havia justificativa para a ausência e Mirian disse que não havia recebido o documento. Nisan rebateu e mostrou cópia de recebimento do telegrama com o nome da pessoa que assinou a entrega: o filho da vereadora.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

2 Comentários

  1. Floriza carioca 03/01/2014 at 12:15 pm -

    Tá errada e pronto. Ah gostei da atitude do Marco Barreto único que assumiu o ponto de vista.

  2. joaninha 03/01/2014 at 5:30 pm -

    Que decepção, ficaria menos feio se a vereadora dissesse que não teve vontade de comparecer. Se dizem tão donos da verdade, e aí?
    Não foi criança que recebeu o telegrama, pois teve que assinar… se não a desculpa seria que o filho não sabia do que se tratava e fez um aviãozinho com o telegrama!

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.