Foi com dor no peito à UPA e morreu em casa no dia seguinte

dezembro 20, 2013 Nenhum Comentário »

COTIDIANO

Mais um munícipe depõe sobre mau atendimento na unidade de Itaguaí e se diz revoltado com situação

Gildo Maurício é filho da dona de três quitinetes no Engenho. Um deles era alugado por Jessé Pedro da Silva, 69 anos. Gildo conta o que houve com Jessé na terça-feira (17). Segundo ele, seu depoimento é um manifesto de revolta contra o que considera uma situação “triste” na saúde pública municipal. “Cada um tem que fazer o que pode, relatar o que houve com pessoas próximas, da família ou não. Se não fizerem, a situação parece normal. Não quero que isso passe em branco”.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região. 

Corpo de Jessé no chçao

Corpo de Jessé no chão de casa: com dores no peito, foi mal atendido na UPA e receitaram analgésico (Carlos Roberto)

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.