Com a palavra, três dos faltantes

dezembro 20, 2013 2 Comentários »

Ausentes da sessão extraordinária de quarta (18), Pacheco, Barreto e Abelardinho apresentam razões

PODER

JUPY JUNIOR
jupy.junior@jornalatual.com.br

WELINGTON CAMPOS
welington.campos@jornalatual.com.br

O presidente da Câmara Municipal de Itaguaí, Nisan César (PSD), considerou falta de decoro parlamentar a ausência na sessão extraordinária de quarta-feira (18) dos vereadores Mirian Pacheco, Marcio Pinto, Abeilard Goulart (Abelardinho), Vicente Rocha e Roberto Espolador Guimarães (Robertinho) – todos do Solidariedade; e também do petista Marco Barreto. Jorge Luis da Silva Rocha (Jorginho) teve ausência justificada pelo vereador do PV Silas Cabral – ambos foram um dos seis que assumiram cadeiras recentemente após decisão judicial. Silas disse que Rocha estava com consulta marcada no médico.

A sessão extraordinária foi convocada, segundo o presidente, para a eleição da Mesa Diretora para o biênio 2015/2016 e para votação de três importantes matérias propostas pelo Executivo municipal sobre tributação.

Nisan disse no plenário que enviou telegrama, carro com portador de posse documento para os parlamentares darem ciência e ainda colou cartazes na Câmara. Segundo ele, os vereadores recusaram-se a assinar o documento. O ATUAL procurou pelos seis vereadores e conseguiu falar com metade deles: Mirian, Marco Barreto e Abelardinho. Este último postou foto em que justificou a ausência por estar na Alerj. Márcio Ponto, Robertinho e Vicente Rocha não atenderam as ligações da redação.

asd

Marco Barreto, Abelardinho e Miriam Pacheco não compareceram à última sessão (Arquivo Atual)

 

2 Comentários

  1. Floriza carioca 20/12/2013 at 4:20 pm -

    Falta de Decoro, de Educação, pegou muito mal e tenho que dá razão pro Nisan.
    Só o fato deles não assinar o telegrama…

  2. Floriza carioca 20/12/2013 at 4:22 pm -

    O que é Decoro?

    Implica, antes de mais nada em ética. Isto é agir corretamente, mesmo que ninguém saiba. É a tua consciência. É o discernimento do que é moralmente certo ou errado. É o indivíduo face a si mesmo e seus princípios.

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.