Suspeito de morte de flanelinha entrega-se espontaneamente à polícia

dezembro 4, 2013 1 Comentário »

CASO NONÔ

Um dos suspeitos da morte de Mauro Lúcio Dias da Silva – conhecido popularmente como “Nonô” ou como “Flanelinha de Itaguaí” – apresentou-se no final de tarde dessa terça-feira (3), acompanhado de seu advogado, Doutor Ivan. O advogado pediu que não fizesse fotos do seu cliente, que é conhecido como “Del” (o nome verdadeiro não foi revelado). Trata-se de um agente do Grupamento Tático Ostensivo (GTO). O delegado da 50ª DP, Doutor Adriano, e o comissário Nelson Peixoto começaram a tomar o depoimento de Del por volta das 17h. Até o fechamento desta edição não há mais informações a respeito. O delegado Adriano declarou que a investigação sobre o assassinato corre em segredo de justiça.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

O flanelinha foi executado a tiros no bairro Teixeira

O flanelinha foi executado a tiros no bairro Teixeira

 

 

Um comentário

  1. joaninha 04/12/2013 at 1:20 pm -

    Esse é o tipo de segurança da nossa cidade, estamos mesmos entregue aos porcos mesmo!!! Só DEUS nas nossas vidas.

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.