Posse em teatro lotado

janeiro 2, 2013 Nenhum Comentário »

SEROPÉDICA

Martinazzo reafirma compromissos com desenvolvimento enquanto vice fala em assumir papel de candidato a sucessor

RENATA PIRES
renata.pires@jornalatual.com

Reconduzido ao mandato em cerimônia realizada no Teatro Gustavo Dutra, da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, o prefeito de Seropédica, Alcir Fernando Martinazzo tomou posse num ambiente que lhe é familiar. Afinal, foi ali que ele concluiu seu curso de graduação em engenharia agronômica e, além disso, foi prestigiado na solenidade por uma caravana de 40 pessoas que veio do Rio Grande do Sul para assistir sua posse. Nesse clima de confraternização, Martinazzo prometeu fazer um governo diferente, com os olhos voltados para o futuro. “Quero um governo totalmente pensado e fazer de Seropédica o melhor município para se viver e para se morar do Rio de Janeiro”, disse ele para a plateia que lotava o Gustavão.

Em seu discurso, Martinazzo enfatizou ainda que vai se empenhar na boa convivência entre o Executivo e o Legislativo, permitindo que essa união produza efeitos benéficos para a governabilidade. “Seropédica nunca mais será a mesma. As brigas antigas já não existem mais. Vamos melhorar a saúde e a educação. Quero trazer para cá mais de 10 mil empregos como prometido. Quero mais indústrias, mais empregos, mais creches e mais hospitais”, pontuou Martinazzo, procurando destacar também os investimentos em educação. “Como sempre em primeiro lugar, através dela conseguimos as demais coisas”, assegurou.

A união a que o prefeito Martinazzo se referiu estava expressa em presenças como a dos antecessores Gedeon Antunes e Darcy dos Anjos Lopes. Depois de participar da solenidade de posse do correligionário Luciano Mota, em Itaguaí, o ex-prefeito José Sagário Filho também foi abraçar Martinazzo. Entre os políticos estavam ainda o deputado estadual André Corrêa e o ex-deputado federal Fernando Lopes. Corrêa, aliás, apresentou-se como portador de abraços do governador Sérgio Cabral e do vice, Luiz Fernando Pezão. Ele disse que em dois anos a cidade avançou muito, e que, em razão disso, em quatro anos Seropédica será outra. “Esse homem tem mãos limpas e vida reta e vai honrar cada voto de Seropédica”, afiançou o parlamentar.

POLÍTICA - Juramento de Martinazzo na cerimônia de sua posse-050

O vice que aguarda a vez
Fiel aliado do prefeito Martinazzo, o vice Zealdo Amaral desempenhou um papel de colaboração durante todo a período inicial do governo Martinazzo, acreditando na possibilidade de ser ungido como candidato a sucessor em 2016. “Quero dizer que eu e o prefeito Martinazzo estamos juntos e misturados. No nosso governo, prefeito, vice, vereador e secretários vamos dedicar, se necessário, 24h para cumprir o que prometemos. Agradeço por não terem perdido a esperança e acreditarem que o melhor está por vir. O meu mandato de vice prefeito será de vocês”, disse ele. Em seguida, ele não escondeu o desejo de voos mais altos com o apoio de Martinazzo. “Todos sabem do meu sonho de governar esta cidade, mas sei esperar meu momento”, completou lembrando oportunamente o desejo de não decepcionar os eleitores. “O povo está e sempre estará em primeiro lugar. Venceu a democracia e o amor. Martinazzo, não podemos decepcioná-los”, concluiu, com pinta de potencial futuro candidato.

POLÍTICA - Discurso do vice prefeito Zealdo Amaral-045

Vereador Oscar Goulart presidirá o Legislativo
Na única cidade da região em que houve de fato disputa pela presidência do Poder Legislativo, a chapa liderada pelo vereador Oscar Goulart impôs uma dura derrota aos vereadores José Celso da Costa, o Dedé Bananeiro, e Max Goulart, que tentavam se manter no comando do Legislativo. Sob os gritos de “democracia”, que partiam da plateia, os integrantes da Chapa 2 viam a vitória desenhada a cada voto, quando os aplausos acompanhavam as manifestações orais dos vereadores. No final, Oscar Goulart sagrou-se presidente, tendo como vice o colega Hugo Pereira do Canto Júnior e como primeiro-secretário o vereador Lucas Dutra dos Santos, o Professor Lucas, enquanto na segunda-secretaria o eleito foi o vereador Rogério da Silva Reis, o Rogério Morcego.

Já de início o presidente eleito do Legislativo manifestou a sua disposição de colaborar com o governo do prefeito Martinazzo. “Esse vai ser o melhor mandato que o município já teve. Nós fomos eleitos para trabalhar e vamos trabalhar. Um município não se inicia em quatro anos, mas já foi iniciado em dois anos. Antes não se podia trabalhar, não havia paz entre os prefeitos. Com a união que temos hoje, e também dos vereadores, vamos conseguir trabalhar”, festejou Oscar Goulart.

POLÍTICA - Oscar Goulart-052

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.