Uma visita misteriosa, que ainda demanda várias explicações

agosto 29, 2014 1 Comentário »

Prefeitura diz que Ministério fez vistoria no São Francisco e aprova saúde municipal, mas Ministério não confirma

JUPY JUNIOR

A Prefeitura de Itaguaí anunciou que representantes do Ministério da Saúde e da Rede de Atenção às Urgências e Emergências (RUE), do governo federal, estiveram na cidade no dia 30 de julho, mais especificamente no Hospital Municipal São Francisco Xavier (HMSFX). O objetivo do grupo, segundo a prefeitura, foi avaliar a estrutura física e os protocolos de atendimento. Ainda segundo a comunicação oficial da prefeitura, a apoiadora (?) do RUE do Ministério da Saúde, Sandra Castelo Branco, disse que “todo o grupo condutor da vistoria ficou muito impressionado com a reviravolta que aconteceu num curto espaço de tempo no hospital”. Ocorre, porém, que o ATUAL buscou confirmação da visita dos técnicos com o Ministério da Saúde. A assessoria de comunicação do Ministério diz desconhecer Sandra Castelo Branco e não confirmou tal visita. Mais do que isso, mencionou que não cabe ao Ministério da Saúde produzir parecer sobre funcionamento de unidades de saúde, e que no caso de hospitais municipais, a fiscalização e averiguação devem ser feitas pelo Ministério Público ou qualquer outra instituição municipal (como a Câmara dos Vereadores, por exemplo). O Ministério da Saúde ainda disse mais: afirmou que o HMSFX não faz parte da Rede de Atenção às Urgências e Emergências (RUE), o que contradiz imediatamente a comunicação oficial da prefeitura que tenta fazer crer que o velho e combalido São Francisco Xavier é uma ótima unidade de saúde, confiável, sem problemas, e onde qualquer cidadão itaguaiense pode buscar atendimento rápido e eficiente.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

 

ESTA É uma das três fotos divulgadas, mas nenhuma delas com a comitiva do Ministério da Saúde (Divulgação PMI)

ESTA É uma das três fotos divulgadas, mas nenhuma delas com a comitiva do Ministério da Saúde (Divulgação PMI)

 

Um comentário

  1. Maria Souza 29/08/2014 at 8:41 pm -

    Gente, que reportagem esquisita! Precisamos saber a verdade.

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.