Operações de carga e descarga: falta de regulamentação reflete no trânsito

agosto 22, 2014 Nenhum Comentário »

Situação agrava-se em horários de maior fluxo de veículos. Prefeitura tem ciência da situação e anunciou medidas

O hábito de estacionar veículos para o procedimento de atividades de carga e descarga em Itaguaí aflige motoristas que circulam na cidade, principalmente durante horários de fluxo mais intenso do trânsito. A lentidão nas ruas e avenidas, que normalmente já existe – haja vista o crescimento expressivo e desordenado da cidade – torna-se ainda pior quando esse estacionamento ocorre em vias paralelas. Itaguaí não possui lei própria que regulamente tal atividade. Apesar disso, o Código Brasileiro de Trânsito (CBT) traz, em seu Artigo 47, que a parada em locais proibidos deverá restringir-se ao tempo indispensável para embarque ou desembarque de passageiros, desde que não interrompa ou perturbe o fluxo de veículos. O parágrafo único do artigo ainda diz que operação de carga ou descarga deve ser regulamentada pelo órgão com circunscrição sobre a via. Enquanto uma solução oficial não força a tomada de uma decisão, o resultado é, como se vê, a frequente lentidão do trânsito.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

Dr. Monteiro Azevedo: Carga e descarga ocorrem a qualquer hora do dia (Foto Ramon Cesar)

Dr. Monteiro Azevedo: Carga e descarga ocorrem a qualquer hora do dia (Foto Ramon Cesar)

 

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.