A greve da Educação por um triz

agosto 13, 2014 Nenhum Comentário »

Após votação da categoria por greve a partir de segunda (18), Câmara surpreende com parecer favorável de uma das comissões

BIANCA GARCIA

Após aprovação do parecer da Comissão de Constituição, Justiça e Redação na sessão da Câmara Municipal de Itaguaí (leia na página 9), cai por terra a greve da Educação que aconteceria a partir de segunda-feira (18), como foi decidido em assembleia realizada às 15h de terça-feira (12), no salão Cochicho, no centro do município. Nesta última estiveram presentes cerca de mil servidores da rede municipal de ensino e duas propostas foram apresentadas: greve a partir de segunda (18) se não houvesse qualquer aprovação na Câmara ontem (12) ou assembleia com indicativo de greve para a próxima semana caso não houvesse tal aprovação.  A primeira ganhou, mas como não houve oposição na Casa Legislativa, a greve ficou apenas por um triz. Os servidores da rede municipal de ensino lotaram o Plenário da Câmara Municipal de Itaguaí. Antes da sessão iniciar, a categoria exclamou algumas rimas, como “Não é brincadeira, a nossa greve é segunda-feira”, “Se não assinar a Educação vai parar”, “Educação na rua, Câmara a culpa é sua” e “Acho, acho, acho, hoje tem despacho. Despacho aprovado”. Ao final, em pé, todos cantaram o Hino Nacional.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

Durante assembleia realizada na terça-feira (12), categoria votou por greve a partir da próxima segunda se não houvesse qualquer aprovação do Plano ontem na Câmara (Foto Bianca Garcia)

Durante assembleia realizada na terça-feira (12), categoria votou por greve a partir da próxima segunda se não houvesse qualquer aprovação do Plano ontem na Câmara (Foto Bianca Garcia)

 

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.