Assédio moral: Após incidente com prefeitura, motorista de ambulância é transferido

julho 30, 2014 Nenhum Comentário »

Paulo Junca, servidor há 10 anos em Itaguaí, procurou o ATUAL após ser transferido para a Secretaria de Transporte. Incidente envolveu a secretária de saúde Andréa Lima

BIANCA GARCIA
JULIANA TORRES

Na última quinta-feira (24), o ATUAL recebeu a visita inesperada do servidor Paulo Junca que há dez anos foi motorista de ambulâncias em Itaguaí. Foi – o verbo assim mesmo, no passado – porque a prefeitura o transferiu para a Secretaria de Transporte, segundo ele, após um incidente no início da tarde de 9 de julho em frente à Policlínica da Família, batizada de Policlínica Municipal Dr. Delcy de Azevedo Py (conhecida como PSI), no centro. Vale lembrar que esta reportagem traz à tona a história contada por Paulo Junca, uma vez que o ATUAL procurou a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Itaguaí (Secom) para esclarecer os fatos e ouvir da administração municipal a outra versão, mas a Secom, até o fechamento desta edição, não se pronunciou. Durante visita ao ATUAL, Paulo Junca afirmou que a transferência de motorista de ambulância para motorista da Secretaria de Transporte de Itaguaí aconteceu após representantes da prefeitura acharem que ele havia concedido entrevista ao ATUAL. Um homem magro e de estatura mediana, segundo Paulo Junca, aproximou-se da ambulância que transportava um paciente e disse que o servidor estava com as portas do veículo abertas para que o ATUAL pudesse fotografar e que ele estaria “falando mal da prefeitura” para a reportagem.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

A Policlínica Municipal Dr. Delcy de Azevedo Py (conhecida como PSI) foi palco do afastamento de Paulo Junca (detalhe), motorista de ambulância há 10 anos em Itaguaí. Ele esteve no ATUAL e mostrou o ofício de transferência (Foto Arquivo ATUAL)

A Policlínica Municipal Dr. Delcy de Azevedo Py (conhecida como PSI) foi palco do afastamento de Paulo Junca, motorista de ambulância há 10 anos em Itaguaí (Foto Arquivo ATUAL)

 

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.