Arco Metropolitano: mais problemas

julho 16, 2014 Nenhum Comentário »

Famílias ficaram isoladas e sem assistência em ruas do Brisamar após as obras

As obras passaram e o resultado ficou: moradores prejudicados e desamparados. Em Itaguaí, cidade dita como uma das que mais se beneficiariam com o Arco Metropolitano, moradores vivem há anos numa desgastante rotina de transtornos. Desta vez, o ATUAL traz a situação dos moradores das antigas Ruas 10, 11, 12 e 13 no Brisamar. As dificuldades são notadas logo ao tentar acessar o que sobrou da rua 11, que foi praticamente toda desapropriada. Restou somente um trecho do outro lado da pista do Arco. Para chegar ao local, a equipe de reportagem precisou fazer um retorno de seis quilômetros (para ir e para voltar). O que para a equipe foi uma dificuldade, para moradores como a dona de casa Luciana Andrade faz parte do dia a dia. Os poucos residentes que não foram desapropriados vivem hoje em situação de isolamento. Não existem serviços públicos, entrega de correspondências e até mesmo serviço de telefonia no local. “Um dos primeiros advogados do DNIT que nos procurou disse que já havia projetos e que nós não ficaríamos abandonados aqui. Ficamos tranquilos. Só que ainda estamos esperando”, lamentou Luciana. Segundo a dona de casa, há cerca de dois meses o estado é de completo isolamento no trecho que restou da Rua 11. “Não temos serviço público nenhum aqui. Não passa caminhão de lixo, o fio de telefone foi arrebentado e a gente também não recebe correspondência”, enumera.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

Isolamento e desamparo é a realidade de Luciana e seus vizinhos desde que obras do Arco chegaram à região da rua 11 no Brisamar (Foto Carlos Roberto)

Isolamento e desamparo é a realidade de Luciana e seus vizinhos desde que obras do Arco chegaram à região da rua 11 no Brisamar (Foto Carlos Roberto)

 

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.