Anac vai investigar helicóptero que fez voo rasante na Expo

julho 9, 2014 Nenhum Comentário »

Agência Nacional de Aviação Civil diz ao ATUAL que aeronave não tinha autorização para sobrevoar a área

JUPY JUNIOR

“Eu sou o Cara” – assim se auto-intitula Miguel – provavelmente Miguel Angelo Steffano. Embora as informações não sejam confirmadas, há motivos de sobra para crer que foi dele a ideia – e a execução – do voo rasante sobre centenas de pessoas da Expo 2014, no último domingo (6). Munícipes relataram o ocorrido na rede social Facebook, e a reportagem também testemunhou um certo pânico e a indignação que tomou conta de quem estava próximo.A fim de saber mais sobre o ocorrido, o ATUAL procurou a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A intenção era saber se a aeronave poderia realizar manobras no local. A Anac informou, via nota oficial, que “para pousos e decolagens de helicópteros em eventos, o piloto/operador responsável deve obter autorização especial da Anac, na qual a Agência verifica a possibilidade da operação”. Internautas anotaram a identificação da aeronave que expôs tanta gente ao perigo: PR-CEC.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

Flagrante do leitor:helicóptero chega perto demais do público na Expo

Flagrante do leitor: helicóptero chega perto demais do público na Expo

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.