Tempos de censura municipal em Itaguaí

julho 8, 2014 Nenhum Comentário »

A exemplo de regimes ditatoriais, prefeitura escolhe que veículos da imprensa podem registrar o que é feito com dinheiro público

JUPY JUNIOR

Infelizmente as queixas não são novas. Infelizmente as queixas remetem a um tempo em que a liberdade de imprensa sofria com os desmandos de governos que tentavam, a todo custo, enganar os cidadãos. Infelizmente ainda se vive no Brasil – especificamente, em Itaguaí – práticas que são um traço dos ditadores: a de tentar coibir o trabalho de parte da imprensa. A evidência foi bastante clara na Expo 2104 (chamada de “Nova Expo” pela prefeitura): os jornais ATUAL, Tempo Livre e I+ foram proibidos de fazer a cobertura nos camarotes oficiais – leia-se da prefeitura e da Câmara. Em mais uma clara desobediência à Carta Magna do país – a Constituição Federal – o governo municipal impede o trabalho da imprensa livre, que é garantido por lei no Brasil.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

A entrada dos camarotes da Prefeitura e da Câmara. No alto, barquinho de comida japonesa no espaço destinado ao social do Poder Executivo: censura a três veículos da imprensa  (Foto Welington Campos)

Entrada dos camarotes da Prefeitura e da Câmara. No alto, barquinho de comida japonesa no espaço destinado ao social do Poder Executivo: censura a três veículos da imprensa (Foto Welington Campos)

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.