Um ano e meio de governo do tucano Luciano Mota em Itaguaí

julho 1, 2014 Nenhum Comentário »

Perto de completar 18 meses à frente da prefeitura, prefeito tenta reforçar sua imagem em meio ao caos

JUPY JUNIOR

O governo de Luciano Mota vai completar 18 dos 48 meses de vigência em julho próximo. O tucano aproxima-se do meio do seu mandato cercado de expectativas desde o início. Apesar de ter representado a mudança – este foi o argumento principal da sua campanha – frente à possibilidade de mudar os rumos de uma cidade acostumada ao charlismo depois de oito anos, o governo Mota ainda carece de credibilidade e efetividade. A sensação de que novos tempos estavam surgindo foi substituída pela descrença de parte dos itaguaienses, muito por causa da hesitação e da demora do governo em encontrar e implantar soluções que minimizem os principais problemas da cidade. Os avanços ainda não se fazem sentir. Há algum tempo o governo usava o argumento de uma suposta falta de transição Charlinho-Mota. Tal discurso não mais se sustenta depois de 18 meses (aquele já um momento remoto). Depois, o que era dificuldade de método e de compreensão sobre os mecanismos do poder na cidade transformou-se em “tempo curto” para que todos pudessem vivenciar os “novos tempos” prometidos. Mas este é outro argumento fadado a cair por terra nos próximos seis meses. Depois de dois anos de mandato, fica difícil sustentar a tese de que não houve tempo para buscar e implementar soluções.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

LUCIANO MOTA no dia  da sua posse, na Câmara Municipal de Itaguaí: tucano perto do meio do mandato (Foto Carlos Roberto)

LUCIANO MOTA no dia da sua posse, na Prefeitura de Itaguaí: tucano perto do meio do mandato (Foto Carlos Roberto)

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.