Prefeitura justifica desobediência à lei municipal: “ninguém reclamou”

junho 19, 2014 Nenhum Comentário »

Governo faz crer que as leis dependem da atitude dos munícipes e usa a Copa do Mundo politicamente

 

O TELÃO na Praça Vicente Cicarino: para dar o que o povo quer, em clara política “Pão e Circo” (Divulgação/PMI)

O TELÃO na Praça Vicente Cicarino: para dar o
que o povo quer, em clara política “Pão e Circo” (Divulgação/PMI)

Obedecer às leis ficou condicionado à aprovação dos munícipes. Foi o que a Prefeitura de Itaguaí deixou claro com a justificativa, em nota oficial e em pronunciamento na rádio Onda FM (durante o programa “Troca de Ideias”, de J. Neto) sobre a desobediência à lei municipal

2.751/2009, que proíbe a interrupção do trânsito nas imediações das ruas General Bocaiúva e Amélia Louzada, no centro. A lei também estabelece que não se pode realizar eventos nas praças Vicente Cicarino e Barão de Teffé. Apesar da lei, o governo municipal decidiu realizar justamente nestas praças eventos de transmissão dos jogos da Seleção Brasileira na Copa do

Mundo. Foi assim nos dias 12 (Brasil X Croácia) e 17 de junho (Brasil X México). Será assim, certamente, no próximo dia 23 (Brasil X Camarões). Com os dois eventos já realizados, a prefeitura desobedeceu três vezes à lei. A primeira foi na Parada de Natal, em dezembro de 2013. Se o poder público municipal não cumpre as leis da cidade, o que mais esperar?

 

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

 

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.