Mulher é atropelada no centro de Itaguaí

junho 11, 2014 Nenhum Comentário »

De acordo com marido de jovem, motorista de ônibus só parou quando os passageiros gritaram

Na noite de sábado, por volta das 20h30, Valdicéia Xislene de Carvalho Cunha, de 21 anos, foi atropelada por um ônibus, da viação Itaguaí, na Avenida Ari Parreiras, centro. Segundo o marido da vítima, Leandro Caetano, a dona de casa andava de bicicleta quando aconteceu o incidente: “Eu estava atrás dela, em outra bicicleta, e vi tudo. O motorista bateu nela e só parou quando os passageiros começaram a gritar”. Ainda de acordo com Caetano, Valdicéia estava quase na calçada quando foi atropelada. A equipe do Corpo de Bombeiros socorreu a vítima, que foi conduzida para o Hospital Municipal Pedro II (Santa Cruz, Zona Oeste do Rio) com fratura na bacia e rompimento de extensor de três dedos do pé. Segundo o marido, ela continua internada, mas passa bem. A 50ª DP (Itaguaí) registrou o fato.Caetano disse à equipe do ATUAL que o motorista do ônibus não portava o documento do veículo e que a Polícia Militar demorou cerca de 40 minutos a uma hora para chegar ao local do acidente: “Quando a PM chegou, a empresa de ônibus já tinha entregue os documentos para o motorista e eles disseram que não podiam fazer nada”. Ainda segundo ele, os guardas municipais, que foram os primeiros a chegar após o atropelamento, não quiseram prestar depoimento como testemunhas do caso.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

Foto da lateral do ônibus que atingiu a dona de casa. Segundo marido da vítima, Valdicéia estava quase na calçada quando foi atropelada (Foto Vinicius Souza)

Foto da lateral do ônibus que atingiu a dona de casa. Segundo marido da vítima, Valdicéia estava quase na calçada quando foi atropelada (Foto Vinicius Souza)

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.