Km 32: Moradores clamam por melhorias

junho 11, 2014 Nenhum Comentário »

No km 32, próximo a Seropédica, moradores protestaram contra o estado da antiga estrada Rio-São Paulo

Por volta das 7h30 de sexta-feira (6), moradores do Km 32 fizeram um protesto por melhoria da antiga Estrada Rio-São Paulo, que liga Campo Grande, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro, à rodovia Presidente Dutra, que liga o Rio à São Paulo. O bairro Km 32 pertence à Nova Iguaçu, município da Baixada Fluminense, mas fica bem próximo à Seropédica, município da região metropolitana do Rio. De acordo com o fotógrafo e jornalista Diego Muniz, que in loco conversou com a reportagem do ATUAL, diversos caminhões já tiveram suas rodas quebradas ao passar pelos variados buracos na estrada. Ele diz que a situação piora em dias chuvosos, pois entra água nos buracos, que muitas vezes ficam imperceptíveis. “Estamos fazendo esta manifestação com os moradores do bairro e se não houver resultados iremos fazer outra manifestação”, disse o jornalista. O motorista de caminhão Gilcimar de Moraes Jasset também contou ao ATUAL que está cansado de ver motoqueiros e ciclistas caírem. “Estes buracos estão assim desde fevereiro e ninguém apareceu para tampá-los”, relatou Gilcimar. O motorista de transporte alternativo Alex Campos Falcão relatou que paga imposto sobre transporte terrestre e tem amargado com diversos prejuízos. “Por diversas vezes fiquei com minha Kombi parada na oficina, sem ganhar dinheiro para a minha sobrevivência e a da minha família. Nós estamos cansados de promessas. O político vem aqui, promete e não cumpre com a palavra. Isto é uma vergonha”, indgnou-se Alex.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

Em cartazes, munícipes pedem socorro, indagam sobre dinheiro público e impostos (Foto Carlos Roberto)

Em cartazes, munícipes pedem socorro, indagam sobre dinheiro público e impostos (Foto Carlos Roberto)

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.