Chaperó: a negligência da Prefeitura cheira mal

junho 3, 2014 Nenhum Comentário »

Obras de desentupimento de rede de esgoto em rua do bairro estão paradas há meses e reclamações já não surtem efeitos

Proliferação de insetos e pragas urbanas, exposição a doenças e mau cheiro: há mais de dois meses esta é a desumana realidade de moradores da Rua Anísio Carlos Quima, no bairro Chaperó, em Itaguaí. No dia 10 de abril deste ano, a prefeitura abriu a rede de esgoto do local para manutenção, em razão de um entupimento. Depois daquela intervenção inicial, os serviços foram paralisados, condição em que se encontram até hoje. Três crateras ao longo da via complicam a vida de quem mora ou utiliza a rua. O problema do entupimento, que ocasiona o retorno do esgoto para dentro das residências, não foi resolvido. E como se isso não bastasse, os moradores agora convivem com esgoto a céu aberto na porta de suas casas. E os problemas não param por aí. Muitos portões de casas estão com acesso impedido. Com o espaço destinado ao fluxo de veículos obstruído, resta a caminhões subirem em calçadas, o que já provocou rachaduras, inclusive em casas. Moradores relatam nas redes sociais que a Secretaria de Trânsitos já foi comunicada sobre o problema, mas nada foi feito. A prefeitura, por sua vez, alega aos moradores falta de recursos para conclusão da obra e tenta amenizar com insuficientes drenagens semanais.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

Buracos abertos há meses estão cedendo e aumentando por causada chuva (Carlos Roberto)

Buracos abertos há meses estão cedendo e aumentando por causada chuva (Carlos Roberto)

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.