O tucano que em 17 meses ainda não levantou voo em Itaguaí

maio 23, 2014 Nenhum Comentário »

ATUAL faz uma retrospectiva do governo Mota e traz problemas e denúncias ainda sem explicações do Executivo

JUPY JUNIOR

Não se pode conceber um governo sem problemas. Quanto a isso, não há dúvidas. Mas o aumento das vozes contrárias ao governo do tucano Luciano Mota mostra que há algo de novo na cidade: Itaguaí está farta de esperar. Longe de determinar o que é justo ou injusto, mesmo que as justificativas sejam fortes e que um grande e pretensioso projeto esteja prestes a explodir positivamente, há fatos sobre os quais ainda se precisa lançar luzes. Evidentemente, não se pode reduzir os problemas de uma cidade a 12, e tal número não é nem cabalístico (talvez a única analogia possível seja aos 12 trabalhos de Hércules, da mitologia grega). Mas não se trata de vãs filosofias: há demandas sérias e urgentes por respostas, e elas continuam a se acumular na mesma medida em que engrossa o coro dos descontentes, a julgar pela promessa de uma grande mobilização popular em 6 de junho próximo, que promete parar a cidade. Mas isso, é claro, ainda são conjecturas. Itaguaí tem uma tradição de sofrer calada e – não se pode deixar de comentar – de conivência com modelos de gestão pública baseados em fisiologismo, nepotismo, tráfico de influências, vantagens (grande e pequenas) aqui e acolá. De qualquer maneira, a proposta do ATUAL com a seleção nesta página e na seguinte é mostrar que o debate está aberto para quem deve exigir e explicar. Diz a sabedoria popular: “não há mal que sempre dure nem bem que nunca se acabe”. E cabe aos cidadãos e à imprensa refletir sobre os rumos políticos da cidade e buscar respostas para questionamentos que, quer queiram ou não, atingem a todos: desde os militantes mais ferrenhos até os indiferentes. A defesa do governo de Luciano Mota deve passar primeiro pelas respostas e depois pelos anúncios do que (de bom) está por vir. Se há dúvidas sobre os motivos pelos quais a oposição tem agido de forma cada vez mais inflamada, o ATUAL apresenta 12 razões pelas quais os ataques – de onde quer que eles partam – são desferidos. Na mesma medida, cabe a reflexão dos motivos pelos quais os temas abaixo descritos não têm qualquer aceno de solução ou esclarecimento. Novas perguntas certamente surgirão, e é das crises e dúvidas que se alçam voos.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

Luciano na cavalgada de Primeiro de Maio: falta de agilidade (Arquivo ATUAL)

Luciano na cavalgada de Primeiro de Maio: falta de agilidade (Arquivo ATUAL)

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.