Procon inativo sobrecarrega Juizado Especial em Itaguaí

março 26, 2014 2 Comentários »

Há dois anos sem Órgão de Defesa do Consumidor, só resta ao itaguaiense a alternativa da Justiça

Desprotegido! Essa é a realidade do consumidor itaguaiense, que já há dois anos não dispõe do Procon, o Órgão de Proteção e Defesa do Consumidor. O ATUAL noticiou na última semana acerca do problema, que até então não possui sequer perspectivas de solução. Quem compra um produto ou paga por uma prestação de serviços na cidade e, eventualmente, vem a ter problemas, não tem opção senão buscar soluções fora de Itaguaí ou recorrer ao Juizado de Causas Especiais. Muitos munícipes saem de Itaguaí em busca de recursos em outras unidades próximas na região, como a de Bangu, zona oeste do Rio, ou a de Nova Iguaçu. O Procon é um órgão auxiliar do Poder Judiciário e sua função é orientar o consumidor quanto a problemas relacionados a compras ou prestação de serviços. O órgão atua para propor soluções a conflitos, orientar, fiscalizar e encaminhar casos extremos ao Juizado Especial Cível.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

HÁ DOIS anos sem Procon, itaguaiense fica sem opção e sofre com demoras para resolver situações relacionadas ao consumo (Carlos Roberto)

HÁ DOIS anos sem Procon, itaguaiense fica sem opção e sofre com demoras para resolver situações relacionadas ao consumo (Carlos Roberto)

2 Comentários

  1. Floriza carioca 26/03/2014 at 1:47 pm -

    Tá, mais essa foto não ficou legal com essa reportagem

  2. Benedita Suzano Da Silva 27/03/2014 at 12:38 am -

    Gente , e só ligar 1746 que é do procon carioca que eles resovem , eu já liguei várias vezes e resolveram rapidinho. Ai vai a dica , para quem não sabia .

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.