Pela saúde da Baía de Sepetiba

março 20, 2014 Nenhum Comentário »

Evento reúne autoridades, pescadores, munícipes, pesquisadores e entidades para discutir o gerenciamento costeiro, mas empresas boicotam

JUPY JUNIOR

A ideia não poderia ser melhor: um evento para tentar elaborar um Plano Municipal de Gestão da Baía de Sepetiba. Mas o contexto não poderia ser mais confuso: diversos empreendimentos fazem intervenções agressivas em uma rica área ambiental, onde milhares de espécie vivem e se reproduzem e dão sustento a numerosas comunidades de pescadores. Estes, cada vez mais limitados por conta das zonas de exclusão de pesca, não se cansam de repetir que sua sobrevivência está ameaçada e que as autoridades competentes pouco fazem para tentar solucionar os conflitos. Assim, o 1º Workshop de Gerenciamento Costeiro – que acontece no hotel Charles, em Itaguaí, na quarta e quinta (19 e 20) – traz sérias demandas e uma compreensível ansiedade por parte dos principais atingidos da Baía: as comunidades de pescadores e demais cidadãos que não participam das decisões do Poder Público sobre os empreendimentos, compensações ambientais e licenciamentos correlatos.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

Giovanni Kede (ao centro, de verde) comandou os trabalhos (Bianca Garcia)

Giovanni Kede (ao centro, de verde) comandou os trabalhos (Bianca Garcia)

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.