Expresso Mangaratiba continua ilegal

março 13, 2014 Nenhum Comentário »

Além de modelo não ser reconhecido pelo Detro, ônibus da linha Itaguaí – Campo Grande é alvo de reclamações dos passageiros

BIANCA GARCIA
JULIANA TORRES

Os cidadãos que fazem o trajeto Itaguaí – Campo Grande (Via Palmares), ônibus da Expresso Mangaratiba, enfrentam inúmeros problemas diariamente: demora na chegada do coletivo, poltronas soltas, encostos quebrados, janelas emperradas e superlotação são alguns deles. Muitos, que não podem esperar pelo próximo veículo, enfrentam o trajeto de aproximadamente 40 minutos em pé. Desconforto e falta de equilíbrio acompanham passageiros nesta pequena, mas longa, viagem entre os dois municípios. O modelo do veículo que faz o trajeto Itaguaí – Campo Grande não é autorizado pelo Detro (Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro). Na última segunda-feira (10), a assessoria do Departamento de Transportes afirmou ao ATUAL que o modelo deveria ser “ônibus urbano” – com duas portas, poltronas fixas e capacidade mínima de 35 passageiros admitindo o transporte de pessoas em pé. Mas o que circula é bem diferente: tem poltronas reclináveis, e de acordo com a descrição dos veículos no site do Detro, o único que tem este tipo de poltrona é o “ônibus rodoviário”, que possui uma porta e transporta apenas passageiros sentados.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

SÃO FREQUENTES as queixas de passageiros quando se trata do serviço prestado pela empresa (Divulgação Internet)

SÃO FREQUENTES as queixas de passageiros quando se trata do serviço prestado pela empresa (Divulgação Internet)

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.