Em defesa das espécies marinhas

março 12, 2014 Nenhum Comentário »

Secretaria de Meio Ambiente de Itaguaí faz reunião para pedir suspensão de dragagem e derrocagem para ampliação do Porto Sudeste, da MMX

JULIANA TORRES

Em mais uma ação em favor da preservação da natureza, a secretaria de Meio Ambiente de Itaguaí realizou nessa terça-feira (11) uma reunião para discutir os graves impactos ambientais causados pelas dragagens (desobstrução do mar) e derrocagem (implosão de uma rocha no fundo do mar), programada pela MMX, para a ampliação do Porto Sudeste, na Ilha da Madeira. O principal motivo foi uma denúncia – enviada por meio de um ofício – que dizia que as obras do Porto Sudeste começariam no período de defeso (ou seja, reprodução) do camarão. Além dos profissionais da secretaria, a reunião contou com a presença de presidentes e vice-presidentes de diversas associações de pescadores da cidade e de Mangaratiba; de um representante do Inea (Instituto Estadual do Ambiente), Tito Luiz; da secretária de Meio Ambiente de Mangaratiba, Natacha Kede; e do vereador de Itaguaí Márcio Pinto (Solidariedade) – o parlamentar é representante da Comissão de Meio Ambiente da Câmara de Itaguaí.

Para ter acesso à reportagem completa, assine a edição digital ou impressa do Jornal ATUAL.
Confira também nas bancas de toda região.

Giovanni Kede, secretário de meio ambiente, durante a reunião (Juliana Torres)

Giovanni Kede, secretário de meio ambiente, durante a reunião (Juliana Torres)

Deixe um comentário

Você precisa estar Logado para comentar.