Loading...
Sep 24, 2018 Last Updated 2:58 PM, Sep 21, 2018

Transporte universitário gratuito pode, enfim, vigorar em Itaguaí

Publicado em Poder
Ler 4136 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Prefeito pede de volta documento que vetava projeto de lei num sinal de que, agora, poderá sancioná-lo


WELINGTON CAMPOS
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Após repercussão negativa nas redes sociais, com manifestos cobrando uma posição concreta do Legislativo sobre o veto ao projeto de lei que institui o programa de transporte gratuito para estudantes universitários de Itaguaí, aprovado pela Casa e vetado pelo chefe do Executivo, parece que a novela está chegando a um final feliz. Durante a sessão desta terça-feira (25), foi lido um ofício encaminhado pelo prefeito Carlo Busatto Junior, o Charlinho (PMDB), solicitando o retorno do documento que vetava a lei. 

Antes mesmo de iniciarem a divulgação do teor do documento encaminhado pelo Executivo, solicitando o retorno, o vereador Carlos Kifer foi à tribuna esclarecer que o parecer do veto do Executivo foi retirado de pauta na última sessão e encaminhado à Comissão de Finanças e Orçamento, que ele preside, para emissão de parecer. Carlos Kifer disse que analisou e concluiu o parecer, destacando que o projeto já havia sido aprovado por unanimidade. Ele também fez questão de anunciar o que aconteceria dali para frente. “A partir do momento que o chefe do Executivo retira o veto, não tem veto. Não há porque votarmos quebra do veto. Caso ele não sancione em tempo hábil esta casa promulga”, antecipando-se à leitura pela mesa diretora.

Depois de enfatizar que a transporte gratuito para os universitários já tinha recursos reservados no orçamento do município, Kifer também agradeceu ao vereador Gil Torres, presidente da Comissão de Transportes, que intermediou a retirada do veto junto ao prefeito Charlinho. “Quero agradecer também ao universitário Phillipe Godinho, que se empenhou na causa em prol dos estudantes”, concluiu.  

O vereador Gil Torres também elogiou a atitude do estudante Phillipe em relação à oficialização da lei que garante o transporte aos universitários. “Tomei a iniciativa de ir conversar com prefeito, que solicitou o retorno do documento. Porém, eu já havia dado a palavra ao Phillipe Godinho de que votaríamos a favor dos universitários”, ressaltou o parlamentar, destacando comentários nas redes sociais, de que os vereadores votariam contra os universitários. 

A sessão foi realizada em meio a protestos da plateia, em que algumas pessoas eram vistas com cartazes cobrando atitudes mais enérgicas do Poder Legislativo em relação às demandas da sociedade.