Loading...
Jul 16, 2018 Last Updated 10:34 PM, Jul 15, 2018

Prova de exatas do Enem contará com 30 minutos a mais este ano

Os resultados do Enem poderão ser usados em processos seletivos para vagas no ensino superior Os resultados do Enem poderão ser usados em processos seletivos para vagas no ensino superior FOTO REPRODUÇÃO
Publicado em Serviço
Ler 1114 vezes
Avalie este item
(0 votos)

A solicitação de isenção da taxa de inscrição deve ser feita entre os dias 2 e 11 de abril. As inscrições se iniciarão no dia 7 de maio

ACRÉSCIMO Na edição 2018 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), os candidatos passam há ter 30 minutos a mais para fazer a prova no segundo dia, que reúne conteúdos de ciências da natureza e matemática. A alteração foi divulgada por meio do edital, publicado ontem (21), no Diário Oficial da União. Os estudantes terão cinco horas para fazer a prova no segundo dia e cinco horas e meia no primeiro dia.

Este ano, as provas do Enem serão realizadas em dois domingos seguidos, nos dias 4 e 11 de novembro, como aconteceram em 2017. Em relação à estrutura do exame, ele se manteve o mesmo, no primeiro dia será aplicada a prova de Redação, Linguagens e Ciências da Natureza – com duração de cinco horas e meia -; e no segundo dia, as provas de Ciências da Natureza e Matemática - com cinco horas de duração.

As inscrições se iniciarão no dia 7 de maio, a partir das 10h, até às 23h59 do dia 18 de maio de 2018. A taxa de inscrição é a mesma no ano passado, no valor de R$ 82. O pagamento da taxa de inscrição deve ser feito entre os dias 7 e 23 de maio.

ISENÇÕES

A solicitação de isenção da taxa de inscrição deve ser feita entre os dias 2 e 11 de abril. Serão isentos os estudantes que estejam cursando a última série do ensino médio neste ano em escola da rede pública, ou que tenha cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada e tenha renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio.

Também tem isenção o participante que declarar estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda e que esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. Neste ano, também são isentos os participantes do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) do ano passado.

Os resultados do Enem poderão ser usados em processos seletivos para vagas no ensino superior público, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).