Dec 17, 2017 Last Updated 2:11 PM, Dec 15, 2017

Destaques

Firjan defende votação da refo…

Federação reunirá os prefeitos fluminenses e parlamentares para alertar sobre o ...

Itaguaí promove campanha de im…

Equipe de imunização de Itaguaí recomenda regularização do cartão de vacina de c...

Prefeitura repara tubulação de…

MELHORIA- Em mais uma mobilização que dá sequência aos esforços da Prefeitura de...

Homem acusado de esfaquear ex-mulher é preso em Itaguaí

Douglas Domingues Fagundes, de 44 anos, depois de espancar a ex-mulher teria matado-a a facadas Douglas Domingues Fagundes, de 44 anos, depois de espancar a ex-mulher teria matado-a a facadas FOTO REPRODUÇÃO/REDES SOCIAIS
Publicado em Polícia
Ler 1927 vezes
Avalie este item
(1 Votar)

A família, além do choque diante de tal brutalidade, temia que ele cumprisse a nova ameaça, de matar, ainda, as duas filhas e ex-sogra

CAPTURADO Douglas Domingues Fagundes, que é acusado de ter matado a facadas a ex-esposa Luciana Lopes em Itaguaí no sábado (15), foi preso na manhã de sábado (22). O crime, com requinte de crueldade, chocou a população. Sem aceitar a separação do casal, ocorrida em dezembro do ano passado, Douglas Domingues Fagundes, de 44 anos, depois de espancar a ex-mulher Luciana de Mattos Lopes, de 41 anos, teria matado-a a facadas. O crime ocorreu por volta das 16h de sábado (15), na Rua do Tronco, bairro Jardim Weda, em Itaguaí.

Depois da barbárie, Douglas teria anunciado num bar próximo ao local do assassinato que tinha cometido o crime contra a ex-mulher. O assassino teria quase degolado o pescoço da vítima com uma faca, ferido-a até o tórax e, por fim, perfurado sua barriga.

Douglas não aceitava a separação e chegou a ameaçar a ex-mulher dizendo que “se ela não fosse dele não seria de mais ninguém”, segundo parentes informaram.  Mesmo após o término da relação, os dois continuavam morando no mesmo terreno, porém em casas separadas, próximo ao local do crime. Naquele dia, os dois teriam ido realizar a homologação do GNV do carro da vítima juntos e, no retorno, ele cometeu a barbárie.

A vítima foi enterrada por volta das 16h30 de domingo (16), no Cemitério do Sase, em Itaguaí. A família, além do choque diante de tal brutalidade, temia que ele cumprisse a nova ameaça, de matar, ainda, as duas filhas e ex-sogra.

Última modificação em Segunda, 24 Julho 2017 15:04