Oct 22, 2017 Last Updated 3:21 PM, Oct 20, 2017

Rio recebe reforço nas ações da PRF contra roubo de cargas

Uma parte do efetivo da Força Nacional já em operação no Rio irá trabalhar em conjunto com a PRF Uma parte do efetivo da Força Nacional já em operação no Rio irá trabalhar em conjunto com a PRF FOTO REPRODUÇÃO
Publicado em Polícia
Ler 1018 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Operação em parceria com a Força Nacional ocorrerá nas rodovias federais do estado

NOVO CONTINGENTE O estado do Rio de Janeiro conta, desde a terça-feira (11), com a mobilização de um efetivo extra de 380 integrantes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para desenvolver a Operação Égide. Os agentes enviados pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) vão intensificar o enfrentamento ao roubo de cargas nas rodovias federais que cortam o estado.

Parte dos agentes federais recém-chegados participaram de um briefing na sede da Superintendência da Polícia Rodoviária Federal na própria terça, no Rio.  O novo contingente vem de outros estados e sua atuação ficará concentrada em locais e horários de maior incidência de crimes para fiscalização e abordagens.

As ações seguirão os moldes do trabalho realizado pelos agentes da PRF durante a Copa do Mundo 2014 e os Jogos Olímpicos Rio 2016. Uma parte do efetivo da Força Nacional de Segurança Pública já em operação no Rio de Janeiro foi destacada para trabalhar em conjunto com os agentes da Polícia Rodoviária Federal.

O roubo de cargas no estado foi tema de recente audiência pública na Assembleia legislativa do Estado, da qual participaram representantes de entidades como a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas, o Sindicato dos Lojistas do Comércio do Município, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas e a Associação Comercial, Industrial e Agropastoril de Itaguaí (Aciapi).

Na ocasião, enfocando o Plano Nacional de Desenvolvimento do Varejo, o vice-presidente da Aciapi, Tadashi Tani aproveitou para enfatizar a necessidade de atentar para a questão da segurança pública, em especial no que se refere ao alarmante quadro de roubo de cargas e mercadorias entre o eixo Rio de Janeiro e São Paulo. Ele conversou com os deputados estaduais Waldeck Carneiro e Carlos Osório, respectivamente, presidente e vice-presidente da Comissão de Economia, Indústria e Comércio da Alerj, salientando que o Brasil, atualmente, ocupa a oitava posição no ranking mundial da prática do roubo de cargas. Segundo Tadashi, se levarmos em conta que os sete outros países com índices maiores se encontram em estado de guerra civil, o Brasil acaba como o primeiro colocado na escala de roubo de cargas no mundo. O vice-presidente da Aciapi destacou ainda que mais de 80% dos registros desse tipo de crime ocorridos no país são registrados no eixo Rio-SP.

A assessoria da comunicação da PRF informou ao ATUAL que os policiais rodoviários federais farão, nesta quinta-feira (12), uma ambientação com os policiais locais, para conhecimento dos trechos das principais rodovias federais no Rio. Na sexta-feira (14), os agentes da Guarda Nacional já estarão atuando de forma efetiva e ficarão localizados nos trechos de maior ocorrência de criminalidade nas rodovias federais do estado.  

OPERAÇÃO ÉGIDE

 

Égide – Na mitologia grega, Égide era o escudo que pertencia à deusa grega Palas Atenas e passou a significar proteção, aquilo que pode servir para amparar, o que oferece defesa, objetivo da Operação Égide em relação aos usuários das rodovias federais. A operação faz parte do Plano Nacional de Segurança Pública.