Nov 21, 2017 Last Updated 11:33 AM, Nov 21, 2017

Mais de 900 motoristas autuados por ultrapassagens proibidas em rodovias federais do Rio

A COLISÃO, no domingo, entre o ônibus e dois veículos provocou uma morte e dois feridos A COLISÃO, no domingo, entre o ônibus e dois veículos provocou uma morte e dois feridos FOTO DIVULGAÇÃO NUCOM/PRF
Publicado em Polícia
Ler 3595 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Marcado sob

Quatro pessoas morreram em colisões frontais desde o início do feriado

CARNAVAL Nos primeiros dias da Operação Carnaval, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou mais de 900 motoristas cometendo ultrapassagens proibidas nas rodovias federais do Rio de Janeiro. Segundo a PRF, o número é preocupante, pois a colisão frontal ocasionada pelas ultrapassagens indevidas é a segunda causa de mortes, ficando atrás apenas do atropelamento. Quatro pessoas morreram em colisões frontais no estado, de sexta-feira (24) a domingo (26).

Para coibir as ultrapassagens irregulares, a polícia montou pontos de fiscalização ao longo dos trechos com maior incidência. Desde o início da Operação Carnaval, foram autuados 903 motoristas que cometiam ultrapassagens proibidas. O superintendente da PRF no Rio, José Roberto Gonçalves de Lima Neto, determinou que todas as equipes reforçassem o policiamento nesses locais. “Uma colisão frontal pode matar famílias inteiras. Cada um deve fazer a sua parte, os condutores devem respeitar a sinalização e ter prudência. Realizamos campanhas educativas durante o Carnaval, além da fiscalização punitiva”, afirmou o superintendente.

A PRF informou que ultrapassar pela contramão em locais proibidos pela sinalização, ou pelo acostamento, é considerada uma infração gravíssima. A penalidade é de multa no valor de R$ 1,4 mil e sete pontos na habilitação do motorista. No caso de ultrapassagens proibidas pela contramão, se o condutor já tiver cometido a mesma infração nos últimos 12 meses, aplica-se em dobro a multa.

Desde a sexta-feira , quando iniciou a Operação Carnaval, nas rodovias federais do Rio, a PRF registrou 57 acidentes, com 56 feridos e 4 mortos. Todas as mortes aconteceram em acidentes do tipo colisão frontal, possivelmente causados por ultrapassagens indevidas.

Na sexta-feira, na BR-356, em Itaperuna, na Região Noroeste Fluminense, duas pessoas morreram numa colisão frontal entre dois veículos. Na Rio-Santos (BR-101), em Angra dos Reis, no início da tarde de sábado, outra pessoa morreu num acidente em que dois carros bateram de frente. Em Mangaratiba, mais uma vítima faleceu em outra colisão frontal, entre dois carros e um ônibus, no final da madrugada de domingo. Mais duas pessoas tiveram ferimentos graves.

 

Mais Polícia

Últimas Notícias